uma carta semiaberta pra tu, le

Eu sinto ter muita coisa pra dizer a você. Esse tá sendo um fim de semana difícil na sua cabeça, nos seus pensamentos. Você pensou coisas ruins e motivos pra pensar que não vai dar certo… Eu queria conseguir te dar motivos pra não achar isso, mas esse não é meu objetivo aqui; eu não sei qual é, só sei que preciso dizer coisas… Preciso dizer algo.

Eu gostei de você desde que te conheci. Eu tinha muito, muito medo de não fazer amigos mas quando as figurinhas de quatro seres iluminados começaram a se repetir cada vez mais no meu dia a dia, esse medo passou.

Eu sempre me senti muito próxima de você. Você pra mim sempre teve algo que se sobressai, e eu notei isso. Não é da boca pra fora e muito menos forçação de barra, eu te prometo. Uma vez eu disse pra minha mãe que eu me sentia muito bem com você e ela ficou contente por eu ter achado uma pessoa em quem eu podia confiar, mesmo não tendo passado muito tempo desde que tínhamos nos conhecido… Isso bem antes de acontecer o que aconteceu de agosto pra cá: não sei se era um prelúdio ou um relance de ordem transpassando o caos.

Agora eu estou sentindo um pouco de medo e não quero deixá-lo me tomar. Eu não tenho medo de você começar a me odiar agora nem nada do gênero, mas às vezes a forma como sua cabecinha tenta te sabotar é…

Não sei. Tô olhando pra foto de fundo da gente e lembrando daquele céu parte rosa, parte laranja, parte roxo e parte azul catete. Era bonito. Você estava sorrindo pra mim. Você é bonita, muito. Eu me senti muito sortuda e por isso te abracei daquele jeito que agora ficou registrado e sempre que abro o Whatsapp consigo ver isso.

Agora você acabou de dizer “então já tá pra acabar”. Eu senti muito medo. Você mesma disse que não tem muito o que eu fazer pra te fazer acreditar que não tem porque flopar, e eu me sinto fraca. Eu não vou desistir de você, eu não quero isso, nunca quis. “Por favor, continua falando comigo”, eu tô falando pra mim mesma. Eu quero continuar, Le. Você tá sentindo afundar, mas eu sei que dá pra sair. Você consegue, eu sei disso e eu quero ser o que eu puder ser pra te ver melhor.

Eu quero muito que esse dia que entre agora seja um alívio pro seu fim de semana complicado, e eu quero fazer o possível pra que ele seja, o que estiver ao meu alcance. Na minha cabeça eu escrevi uma fanfic até bonitinha pra esse domingo, queria muito que ela pudesse se tornar possível. Eu queria estar solicitando uma corrida pro Catete agora mesmo. A coisa que eu mais quero é que você fique melhor. Eu amo você. Você é importante pra caralho na minha vida.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.