01/2017

o meu menino e o mundo dele

‘’digo meu porque o sentimento maior é o meu por ele

e o mundo digo dele porque ele o domina,

o conhece,

anda por ele todo,

tem paixão por ele como por nada na vida.

me vi caída na rede daquele menino, que desbrava o mundo e o qual é tão difícil desbravar

tem o mundo que é tão difícil de entrar,

e depois que entra não quer sair.

faz de tudo pra ficar, nem que seja num cantinho, olhando de rabo de olho tudo que ele faz,

com aquela perfeição de quem conhece

e sabe que tem na mão: o mundo e todos os mundanos,

maravilhados por aquele menino, de poucas palavras, muitos pensamentos e tantas certezas.

querer por perto é inevitável

mas não tente

cortar suas asas,

ele tem sede de ir,

e vai

porque tem que ir,

porque merece ir.

o que vive pela primeira vez, parece que já foram muitas

e quem sabe já não foram, mais de mil quem sabe

pra tanta sabedoria, quem sabe mais de mil vidas, aquele pequeno menino já não viveu

tanto esse como tantos, quem sabe todos, os mundos são dele

e estão

esperando aqueles pequenos olhos

enxergarem as maravilhas e contarem a todos

essa vida que ele tanto vive

nesse mundo que tanto o pertence’’

e não é que ele realmente foi?

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.