Estava deitada na cama e bateu uma enorme vontade de chorar. Uma vontade de deixar ir embora, tudo aquilo que me afligia, mas não é tão fácil quanto parece. Andei frequentando umas religiões novas – e você não sabe disso – e essas religiões, falam de energias e toda essa parada natureba e good vibes. E eu não acreditava em nada disso, você lembra, eu sei. Mas ela me falou uma coisa tão bonita. Disse que eu era uma daquelas pessoas iluminadas e que meu sorriso merecia o mundo. Achei tão bonito e isso até mexeu comigo, pra falar a verdade. Só não entendi muito bem a parte que ela me disse que eu deveria sorrir mais, porque. ultimamente não tava sorrindo o suficiente. Talvez eu não estivesse preparada né? Tá tudo muito cedo ainda, muito mexido. Tô tentando deixar as coisas acalmarem sabe? Recomendaram ficar calma e voltar lá pra manter o espírito em paz. Li num livro que pega mal contar de ex pra pessoas que estamos conhecendo agora. Acho meio contraditório isso, você não acha? Digo, todo mundo tem um passado, todo mundo já foi de alguém, é meio difícil maquiar o passado, esconder essa parte. Qualquer pessoa que entrar aqui vai perceber que alguma coisa aconteceu. E sinceramente, eu não tenho problema em admitir isso.

Mas vamos voltar ao assunto, bateu uma enorme vontade de chorar e pela primeira vez, eu não quis te contar isso, não me pergunte o porquê, só percebi que você não faz mais parte da minha vida e nem eu da sua. Não sei se você já realizou aquelas coisas que queria fazer, se ainda tem raiva de mim, ou se só tem uma lembrança boa da gente, não sei. E, eu cheguei à conclusão que eu preciso encontrar essa pessoa iluminada que me falaram, vou tentar renovar as energias e ficar calminha, vou continuar conhecendo pessoas e não vou falar de você, fica tranquila. Acho que mudei de assunto de novo né? Desculpa, e que tá acontecendo tanta coisa e eu queria te contar isso e ouvir você contar suas histórias também, mas acho que não é a hora certa né? Mas tem hora certa? Droga, não sei o que tô falando. Enfim, se tiver completado aquela lista ou pelo menos metade dela, se quiser me contar vai ser legal, quem sabe eu te conte as paradas good vibes que tá acontecendo na minha vida. Se quiser responder, tô aqui, se não, se cuida, realiza a lista e tenta não falar de mim para outras pessoas, tô fazendo o mesmo.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.