Você já pode parar de tentar ser forte…
Gustavo Tanaka
25922

Oi Gustavo! Seu texto veio a calhar e reafirmar uma experiência que tive esse final de semana.

Fui convidada para um desafio físico em grupo, 4hrs de atividades entre trilhas na mata fechada, pedras e obstáculos imprevisíveis e depois, mais 3hrs de travessia no mar contra a corrente. Durante toda a trilha eu rejeitei a ajuda que o grupo me oferecia, depois de um tempo ninguém mais se preocupava em me dar suporte, mas eu precisava, e não pedia… esse momento foi crucial, percebi que quando vc não aceita ajuda pra se mostrar forte chega um momento em que vc se vê sozinho e precisaria sim de uma mão amiga. No mar foi o contrário, eu dominava a situação e vi pessoas fortes repetindo o meu comportamento de precisar de ajuda e não aceitar. Eu poderia ter ido em frente e acreditado que o meu apoio era desnecessário, mas não fui… fiquei só pra oferecer meu apoio (ainda que desnecessário) e percebi o quanto dar apoio é recompensador. Muito mais que ser forte, muito mais que terminar a travessia sozinha na frente de todo mundo, terminar no dobro do tempo que eu precisaria, o dobro mais cansada, mas junto com quem precisou de mim, me deixou o dobro mais feliz. Agora só quero aprender a pedir mais e permitir mais que as pessoas me ajudem para que elas se sintam tão felizes quanto eu fui por poder ajudar. Obrigada pela reafirmação e parabéns pela qualidade dos textos. Abs Mariana

Like what you read? Give Mariana Francisco a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.