O melhor do mundo.

É preciso levantar da cama e vencer o dia, 
Sair às ruas e tomar as passeatas, 
Clamar por justiça, denunciar o ódio e a intolerância, 
Abraçar os amigos e tomar um café, 
Caminhar sob o sol e esperar pelo anoitecer,
Tem coisas que ainda valem a pena serem vividas,
Tem belezas que ainda resistem,
Tem vida que ainda germina,
Ah, ainda tem o amor!
Esse peralta que nunca desiste
E insiste em sonhar, em sonhar
Que o melhor do mundo ainda vai começar.

(Mariana de Almeida).

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.