Prometo que serei breve.

Eu tenho visto muita gente falando em todas as plataformas possíveis já criadas pelo ser humano sobre essa nova série da netflix chamada “13 reasons why”. E eu tenho algo a dizer sobre isso.

Todo mundo está falando sobre essa série e a mensagem que ela passa, vi várias pessoas defendendo a ideia e várias pessoas recomendando que outras não assistam os 13 episódios, o debate é grande.

Só pra que vocês entendam (não darei spoilers) um rapazinho chamado Clay recebe uma caixa com algumas fitas de uma mocinha que acabou de se suicidar chamada Hannah, nessas fitas a mocinha conta os motivos (e as pessoas) que a levaram a fazer o que fez.

Bom, a ideia central dessa história é simples: vamos falar sobre a depressão e o suicídio. E eles não estavam de brincadeira, a série realmente fala disso de uma maneira bem direta. E é esse o meu ponto.

Ao meu ver, no sentido de identificação, você tem duas opções na história: se identificar com um dos porquês, ou com a Hannah. Resumindo: ou você se identifica com o “Bully" do rolê, ou com a vítima.

O que eu quero dizer, é que a série é ótima para quem se identifica como um porquê, já que isso faz com que a pessoa reflita sobre as suas atitudes e o impacto que elas causam nas outras pessoas, ela faz com que o assunto seja debatido por ser muito importante.

O problema mesmo, é com quem se identifica com a Hannah. E isso me assusta bastante.

Você personificou aquela pessoa que sofre com depressão, ansiedade e tem tendências suicidas, e praticamente mostrou que só tem uma saída. A série em nenhum momento aborda a questão de “encontrar outra solução”, ou passa a mensagem de “você não precisa terminar como a Hannah” (não que essa seja uma mensagem tão boa assim, mas né).

E a Hannah não tem um final muito legal, não é mesmo?

Minha recomendação: se você não sofre com nenhum transtorno psicológico, assista a série e debata. É importante e precisamos mesmo falar disso. Agora, se você precisa se medicar contra depressão e ansiedade, se você tem tido alguns pensamentos suicidas, ou se se sente mal vendo cenas um pouco mais pesadas como de suicídio e estupro, pense na sua saúde e não assista a série.

“13 reasons why”, do início ao fim, tem inúmeros fatos que podem muito bem servir como “gatilhos” pra qualquer pessoa que esteja enfrentando problemas psicológicos. O cuidado com isso tinha que ter sido dobrado, não adianta você só colocar um aviso antes de 2 episódios dizendo que tem cenas fortes se a série em sua totalidade É FORTE.

Nós precisamos falar da depressão.

Nós precisamos falar sobre suicídio.

Ansiedade é coisa séria sim.

Nós precisamos dar voz a temas que insistem em nos deixar calados.

Mas por favor, se for falar, tenha cuidado.

E se for assistir a série mesmo assim, como eu fiz, tenha em mente que nem toda história precisa ter o mesmo final, ok?