Conversa com um cientista Morto: Carl Sagan

Imagem: 2001 — Uma Odisséia no Espaço

Eu:Carl, esta ai
Sagan: Oi Mariana.
Eu: Carl, a politica brasileira é uma vergonha, esse novo governo acabou com o ministério da ciência e tecnologia, tem uma galera, defendendo a volta do ensino do criacionismo nas escolas. Exite cientistas maravilhosos nesse pais, mais eles não consegue avança e suas pesquisas, devido, a mentalidade obtusa da classe dominante, e pela instabilidade de financiamento na área das ciências. 
Sagan: “Mesmo num exame superficial da História revela que nós, seres humanos, temos uma triste tendência para cometer os mesmos erros repetidas vezes. Temos medo dos desconhecidos ou de qualquer pessoa que seja um pouco diferente de nós. Quando ficamos assustados, começamos a ser agressivos para as pessoas que nos rodeiam. Temos botões de fácil acesso que, quando carregamos neles, libertam emoções poderosas. Podemos ser manipulados até extremos de insensatez por políticos espertos. Dêem-nos o tipo de chefe certo e, tal como o mais sugestionável paciente do terapeuta pela hipnose, faremos de bom grado quase tudo o que ele quer — mesmo coisas que sabemos serem erradas.”
EU: Uma curiosidade, o senhor foi um dos maiores divulgadores da cosmologia do mundo, seu carismas e bom coração, criou esperança de um mundo melhor em milhares de jovens,o senhor ainda acha que não estamos sós ?
Sagan: E uma questão de racionalidade: “A química que produz a vida é reproduzida facilmente por todo o cosmo. Parece improvável que sejamos os únicos seres inteligentes. É possível mas improvável!”
Eu: Mais é Deus? nossas crenças? Como convencer milhões de pessoas, que viveram a vida acreditado que somos os únicos.
Sagan: “Não é possível convencer um crente de coisa alguma, pois suas crenças não se baseiam em evidências; baseiam-se numa profunda necessidade de acreditar”.
Eu: Sim, sempre achei estranho, as pessoas acreditarem em Deus, e não em vida extraterrestre. Não exite evidência da existência de nenhum dos does, mais as pessoas escolheram acredita, que o primeiro exite. 
Sagan: “Ausência de evidência não é evidência de ausência.”
Eu:Carl, já bateu sua hora, mais antes de você ir, poderia dar um conselho para o mundo dos vivos;
Sagan: Não gosto de dar conselhos, mais sim percepções e sugestões:”Durante toda a sua vida, estudara o universo, mas desprezara sua mais clara mensagem: para criaturas pequenas como nós, a vastidão só é suportável através do amor.”