Sofrência de ir ao hospital sozinha: A Vida adulta que não nos contaram

Cena do filme vida de adulto com Emma Roberts

Quando eu era criança lembro de uma conversa entre minha mãe e meu tio sobre, como as crianças era sortudas em serem crianças, lembro que em algum momento da conversa, meti meu corpinho entre os does, é disse “ que desejava muito ser adulta”, meu tio olho para mim, e disse “ querida, um dia você vai ser arrepende de deseja isso”.

Mais de 15 anos se passaram, é hoje concordo com meu Tio, ser adulta não é tão bom assim, gostaria de ter aproveitado mais minha infância, brincando mais, reclamando menos. Tem alguns meses que estou morado em casa sem minha mãe , que foi mora com minha Tia, depois que deu um pé no meu pai. Não digo que esta sendo horrível essa experiencia, mais tem horas que um colo de mãe faz falta.

Um dos maiores exemplo disso, foi ontem, acordei com febre e moleza no corpo, e achei que seria bom ir no medico para saber se fui picada ou não pelo mosquito da dengue, para não ter que espera semana que vem para ser atendida, fui numa emergência, olha que sofrência, pega ônibus, fica na sala de espera, tudo isso parece mais triste quando você esta sozinha. O medico disse que estava apenas gripada , mandou toma xarope, vitamina C e ficar de repouso.

Voltado para casa, tentei fica de repouso,mais é difícil fazer repouso quando, ser tem que fazer sua própria comida é atende telefone de cobrança, fala com o vizinho chato no portão.

Por fim, exite coisas legais em ser adulto, mais a maioria delas tem haver com sexo ou bebidas.

Like what you read? Give Mariana Rio a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.