Avessos e Inversos

Padeço no ceticismo
Logo me sinto na obrigação
De inventar uma crença ilógica.
Adoto da realidade prismática
Uma única premissa
Que faço questão de desmanchar
Pra reinventar
Mesmo que ainda haja fé.
Experimento dos avessos e inversos
Dos cientes e dos cegos
Do fundamentado e do injustificado
Pra tentar me adequar.
A devoção me parece exagerada
E a descrença um extremismo torturante
Capaz de levar alguém à loucura
Que é ter sanidade.
Nesse fluxo de alucinações
Transbordo palavras
São elas que me tiram do tédio
Levando-me ao limite
E trazendo-me de volta
A vontade de querer acreditar.

2015
One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.