linha de montagem

inústria cultural agindo
Horkeimer já previa
que nossa luta seviria de Adorno
na cabeça da mais-valia.

herdamos do sistema prussiano
o objetivo mensurável 
a desvalorização do intangível 
preferência pelo quantificável

competição em sala de aula
guerra depois na rua
como querem que diferenciemos
onde se coopera e onde se luta?

na escola vivenciamos
a intolerância e a violência emocional
como querem que achemos
que adoecer mentalmente é normal?

e assim continuamos
servimos como ferramenta
somos úteis pra manter
esse tipo de sistema

esse problema não é só nosso
ele é estrutural
inspirado no taylorismo
no sistema industrial

nos tornamos tão especialistas
que perdemos o contexto
com conhecimento superficial 
fazemos sempre do mesmo

esse sistema é bruto
não abrange nossas necessidades individuais
para Freud melhor seria
voltarmos às condições naturais

a indústria prega o individualismo 
mas a revolução só é feita em grupo
é visível que ela não quer mudança

ela quer lucro.

22 de novembro de 2016