Antídoto

Ela abriu seus olhos confusa e com a visão turva, antes mesmo de acordar.. Já estava arrependida… se sentindo realmente no fundo do poço… tentou se arrastar rapidamente para o banheiro, pois estava muito confusa para conseguir caminhar, se pendurou tonta na borda do vaso e deixou todo o seu erro e teimosia descerem por água a baixo… o vômito doía, assim como as lágrimas… ainda mais pensando no desgosto e desprezo que havia causado para aqueles que a amavam.. aqueles 1 na verdade.. o 1 que realmente importava.. se deitou ali mesmo do lado do vaso chorando de lado e com aquele sentimento horrível a corroendo… tentando se lembrar de como tinha machucado a perna ou para quem tinha ligado…

Não conseguia parar de pensar na dor que havia causado para a pessoa que ela mais tenha amado na terra e que ainda ama.. mesmo essa pessoa sendo a causa.

Ela não parava de pensar em como o motivo do seu erro tinha aumentado ainda mais após o suposto antídoto… mas talvez aqueles dois minutos de esquecimento tenham valido a pena…

Mvrp