Eu quero ser algo seu

Que de tão seu

Se confunda com o que SOU eu

E que se eu tirar o seu

Não faça mais sentido algum

Vazio então.

Like what you read? Give Mari Dertoni a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.