MULHERES

Eu Sou Feminista Porque Nós Somos Mulheres Guerreiras

Foto: Mídia Ninja

A política para mulheres deve ser com base em sua inclusão social e política nos espaços de decisão da cidade. Nesse sentido, defendemos a equidade salarial entre mulheres e homens no mercado de trabalho, além de oportunidades iguais. O combate ao assédio moral e sexual será uma constante em nosso trabalho legislativo. Veja as principais propostas acumuladas em debates com a mulherada feminista.

Veja algumas de nossas propostas para fazer valer a igualdade de direitos na cidade que queremos:

  1. Criar projeto de lei que estabeleça flexibilidade nos locais de parada de ônibus entre às 22h e as 5h, de maneira a oferecer maior tranquilidade às mulheres em seus deslocamentos pela cidade;
  2. Incentivar a empresas a promoverem projetos que visem favorecer a entrada das mulheres nos cargos de liderança, chefia e de poder, trabalhando assim para a equidade de gênero no mundo do trabalho;
  3. Assegurar espaços de recreação infantil nos encontros e atividades públicas, garantindo assim uma maior participação das mulheres, tendo em vista que recaem sobre elas a responsabilidade com os filhos e filhas;
  4. Impulsionar o funcionamento da secretaria especial de política para as mulheres através de recursos próprios, estrutura e relevância política dento da gestão municipal;
  5. Trabalhar a fim de promover a paridade de gênero em todas as instâncias da gestão municipal, o que significa formar novos quadros técnicos e políticos que possam ocupar cargos de poder e de decisão;
  6. Apresentar na Câmara Municipal Projeto de Lei que preveja espaços próprios para amamentação nos locais de trabalho e estabelecimentos comerciais, bem como garantir que se torne obrigatório fraldários separados do banheiro feminino, permitindo assim a participação dos homens nesta tarefa;
  7. Discutir alternativas de regulação de peças publicitárias que reforcem estereótipos de gênero e que coloquem a mulher em situações de subalternidade, violência e objetificação do corpo, entendo que a grande mídia contribui para formação e reprodução do tratamento desigual entre homens e mulheres;

Quer opinar sobre alguma proposta e dar outras ideias? Envie um e-mail :)

Nosso comitê fica localizado na Rua Joaquim Silva, 130 — Lapa. Prefere conversar por telefone? Ligue para 2509–7860 ou 96551–1962 [WhatsApp]


IR PARA PÁGINA INICIAL | IR PARA SITE OFICIAL | IR PARA FACEBOOK