Por Um Beijo Seu

É tua a minha boca crua, que clamando ardente se insinua, por um beijo seu. É mina, sua boca em minha nuca, que se mostra nua por um beijo seu. Treme todo o meu corpo: mão, peito, dorso, rosto, por um beijo seu. Me estremece a dor de não saber, confuso, se ainda sou eu. E ainda fico absolutamente louco, um pouco além do limite que me cabia, quando imagino a vida sem um dia ser nós dois.

Daria um salto no escuro, um suicídio em um mergulho por um beijo seu. Estragaria a minha rima, me enforcaria numa esquina por um beijo seu. Nadaria o atlântico, me afogaria no meu pranto por um beijo seu. E pensaria que o dia da minha mais louca alegria, indiscutível sorte, seria o mesmo dia da minha mais forte agonia, trágica morte.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated mariogarciajr’s story.