Uma breve reflexão sobre a empresa que proibiu que métodos públicos retornem void.

Pois é! Alguém me falou recentemente sobre sobre um arquiteto que determinou unilateralmente que de agora em diante todos os métodos públicos tinham que deveriam retornar algo. Os programadores, cumpridores de ordens e bons mantenedores de emprego, aceitaram a “recomendação” do senhor arquiteto. E assim se fez… com o tempo os métodos públicos começaram a retornar object. Pois bem, o senhor arquiteto se enfureceu e decidiu que não poderiam mais retornar simplesmente um object. Os caras então começaram algo como um Result<T>, onde geralmente tinha um boolean dizendo algo como “deu certo = true”. E claro, o retorno do método era usado muito ocasionalmente, em situações zoadas. …


Será que DDD realmente é benéfico?

Certo dia eu estava pesquisando sobre DDD porque estávamos em alguma discussão do Facebook ou da lista de e-mails sobre a questão da linguagem ubíqua. E, dirigindo aqui nas terras de Barão Geraldo em Campinas, olhando para as matas e a belas casas das ruas daqui, comecei a ter alguns insights sobre os trabalhos que eu fizera até então. E, mesmo achando que eu dominava as tecnologias que a comunidade nos estimulava a usar, pela primeira vez percebi que todo o meu código gerado nunca foi DDD de verdade. Nunca conseguir chegar próximo de uma linguagem ubíqua de verdade. …


Muitos de vocês estão no mercado há muitos anos. Muitos anos mesmo. E muitos de vocês presenciaram grande parte das transições das ferramentas de desenvolvimento e também, das filosofias de desenvolvimento em todos estes anos. Eu estou no mercado desde 2005 ou 2006, mas já programava em VBA desde 2004. Já trabalhei com o Visual Studio 2003, 2005, 2008, 2010, 2012, 2013 e 2015. Quem sabe agora trabalhe com o VS 17 e com o Visual Studio Code também! Como um programador .NET …


Veja como mapear o domínio de sua aplicação pensando em nós e relacionamentos simples com um banco de dados orientado a grafos.

Primeiramente, gostaria de dizer que estou escrevendo este post como uma tentativa de começar a retribuir toda a ajuda que tive durante a minha carreira. Graças a muitos artigos de blogs, livros, google, StackOverflow e conversas com amigos eu pude evoluir significativamente como um desenvolvedor de software. Agradeço profundamente por ter uma chance de estar vivo nesta época, com estas pessoas, com estes desafios e com esta multitude de coisas acontecendo ao mesmo tempo nesta profissão. Ser programador é uma profissão que exige um preparo emocional grande para suportar o stress, mas ser programador também é ter a chance de estar sempre apto a descobrir o que é novo, como uma criança a descobrir o mundo. …


Começamos a pensar em ter filhos em 2013 ou 2012. Nossa vida financeira não era necessariamente excelente, mas tínhamos nossos empregos e sempre tivemos condições de ter uma vida agradável, sem grandes necessidades e grandes luxos. Passamos por vários, mas vários momentos difíceis desde 2002, quando começamos a namorar e 4 anos mais tarde, quando resolvemos morar juntos. Desde 2010 nossa vida financeira começou a ficar razoável e tivemos, pela primeira vez, chance de poder fazer viagens, passeios e conhecer bons lugares para comer e se divertir. Nossa vida estava muito boa e não havia espaço para filhos.

As coisas começaram a mudar quando eu comecei a sentir uma necessidade inexplicável de compartilhar minha vida com alguém. Minha esposa também teve sonhos visualizando um menino com a minha cara e o olhos dela. E em 2014, tive um sonho marcante, onde eu celebrava uma espécie de acordo em um lugar branco com pessoas vestidas de branco e o pessoal me dizia que a data para receber o meu filho seria algo como 2/2 ou 12/2. Tive esse sonho em Fevereiro de 2014 e contei para minha esposa, o que nos deixou meio confusos e surpresos, mas estranhamente felizes. Minha esposa estava sem tomar pílula desde dezembro e 2013 e em fevereiro ela achou que iria engravidar — isso foi antes do sonho. Comprou uma pílula do dia seguinte contra a minha vontade e enquanto ela comprava na farmácia, recebi um tranco energético como nunca houvera acontecido, e senti que se ela tomasse aquele veneno, teríamos muitas dificuldades em ter um filho. Ela não tomou e estranhamente o pacote com os remédios sumiu e nunca mais vimos. Parece que realmente tudo estava conspirando para termos um filho! …

About

Mário Meyrelles

Experienced developer. I like F#, Scala, Azure, CQRS, Event Sourcing and microservices. I also like to talk about other non-technical things.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store