Foto: Jake Hills

5 pequenos passos para movimentar a sua situação atual

Nos processos de Coaching pergunto sempre para os meus clientes: “Qual é o próximo passo que você pode dar para movimentar a sua situação atual?”, você aí consegue pensar em qual seria? Costumamos pensar que para mudar a vida é necessário fazer uma grande revolução no status quo a fim de que tudo melhore. Nos distanciamos de ações pequenas e só enxergamos aquelas que dão medo e que, muitas vezes, acabam nos paralisando. E assim nada muda.

A ideia do pequeno próximo passo é justamente para sairmos da inércia e começarmos a avançar em direção ao que autenticamente queremos. Dessa forma, vamos expandindo a nossa zona de conforto sem entrar numa zona de pânico. Interessante, não é? Mas como posso começar? O que seria um próximo pequeno passo?

Compartilho aqui com vocês como eu consegui sair de uma situação em que eu estava infeliz e o que eu desejava estava tão distante que parecia uma muralha gigante que precisava ser transposta com muito esforço. No começo eu hesitei, mas quando comecei a caminhar, o caminho realmente foi se abrindo. Já ouviu algo assim? rs.

1º pequeno passo: Diminua o ritmo

Sabe aquela agenda conturbada que não tem um espaço livre para respirar? Já falei algumas vezes aqui sobre os “momentos de respiro” necessários para conseguir olhar a vida de cima. Entendo que o trabalho possa ser estressante, que a cobrança seja grande, mas se você não consegue encontrar uma brecha para se olhar, desculpe-me, mas nada irá mudar. É imprescindível ter tempo e se propor a isso. Pode ser 1 hora por dia, não importa, a ideia aqui é começar a expandir o tempo que você tem para você.

2º pequeno passo: Invista esse tempo a mais em você

O que você gosta de fazer? Use essas brechas da agenda para o que te dá prazer. Quando eu comecei a me movimentar na direção ao que eu queria, uma coisa que eu sentia muita falta era de descansar, me desligar de tudo. Decidi e, claro, me organizei para isso: tirar 15 minutos de siesta todos os dias. Isso me deu outro gás para as atividades pós almoço e meus dias ficaram menos incômodos.

3º pequeno passo: Comece a sonhar

Que futuro é esse que você deseja? “O medo de um futuro que tememos só pode ser superado com imagens de um futuro que queremos.” Wilhelm Ernst Barkhoff. Que imagens são essas? Desenhe ou escreva palavras que representem esse futuro. Como você se vê em 5 anos? Escreva 3 frases de como você estará em 2022. Quais são os aspectos da vida que envolvem esses objetivos? O que você precisa fazer agora em relação a esses aspectos? Escreva. O que você precisa fazer em 2 anos para caminhar ainda mais nessa direção desejada? Escreva. E para finalmente chegar aos 5 anos? Escreva.

4º pequeno passo: Experimente esse futuro desejado

Faça da sua rotina um laboratório: pequenos experimentos dessa imagem de futuro. Você se imaginou dando aulas em 5 anos? Reúna um grupo de interessados e os ensine de graça nos tempos vagos. Você se viu casado com a sua namorada? Proponha aumentar o número de dias da semana em que vocês ficam juntos. Você se enxergou abrindo um negócio? Siga um amigo que é empreendedor num dia de rotina para ver se faz sentido para você e tire todas as dúvidas que surgirem ao longo desse dia.

5º pequeno passo: Preencha a sua vida com o novo

Após os experimentos que você se propôs fica mais fácil entender o que era idealização e o que realmente tem a ver com o que você quer. Algumas vezes imaginamos uma vida perfeita, sem obstáculos ou desafios, nos apropriamos dela e negamos tudo o que existe na vida vigente. Pensamos: “Se eu tivesse tal trabalho eu seria bem mais feliz”, “Se eu casasse com fulana me sentiria menos sozinho”, ao experimentarmos essas situações vemos que nem tudo é perfeito, que tem outras questões para superarmos mesmo vivenciando o que sonhamos. O quê dos experimentos vale a pena levar adiante? Comece a fazer mais disso, comece a ocupar mais tempo da sua rotina com essas coisas. Quando você sentir que o novo preenche mais a sua vida do que o antigo, fica mais simples ir deixando-o de lado, até o futuro se tornar mais presente.

Com esses pequenos passos a muralha vai se tornando menor, fica menos sofrido mudar. Essa foi a minha experiência, faz sentido? Que pequeno passo você sente que faltou para você? Escreva aqui e compartilhe com quem você sabe que irá se beneficiar dessas dicas!

Precisa de um empurrãozinho para fazer tudo isso acontecer? Me procure: contato@marisabussacos.com.br . Não sabe ao certo o que é um processo de Coaching? Entre no meu site: www.marisabussacos.com.br