Os textos dissertativos precisam morrer
Ryo
456

Sempre me dei mal nesses textos, porque tinha que reescrevê-los sem meus “achismos”. No fim, tirava uma nota dez ou nove, mas com um texto que eu considerava uma bosta. O ensino da redação na escola matou minha capacidade de reflexão. Eu sempre escrevia como se fosse outra pessoa, e só consegui recuperar a minha “voz” muitos anos após me formar na faculdade — outro lugar que também não permite expressar a sua própria voz. Pelo menos na faculdade isso fica bem mais claro do que na escola.

Like what you read? Give Mariana Zambon Braga a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.