Vou passar…

É uma das frases que tenho usado muito e percebi que uso meio em vão. Não que eu não tenho o genuíno desejo de visitar aqueles a quem digo que “vou passar”, mas por que não me organizo pra isso. O que de certa forma, da a impressão de ser um pequeno descuidado, se assim posso dizer.

Faço promessas a mim mesma, “ vou ver mais os meus amigos”, “vou passar de verdade” ou “ vou marcar um dia certo e não vou furar” e aí… furo comigo mesma. Não ligo, não apareço e pior, me sinto mal por isso! Então, por que não faço diferente?

Sou muito fiel aos que amo e sempre me orgulhei de ser alguém atenciosa, achava inclusive que essa era minha maior expressão de carinho, dar atenção. Como deixei isso de lado?

E então, concluí… não deixei! São fases, ainda falo com os meus amigos, dou atenção a eles, mas nesse momento em especial… quem está precisando mais da minha atenção, sou eu!

Por isso, amigos amados, estou aqui me acolhendo um pouco, talvez eu pareça um tanto distante, mas precisando… é só chamar… sempre!