Então…

Chegando por aqui, rascunhando algumas idéias, vamos ver se ainda estou em forma.

Ficar tanto tempo afastada dos textos, das letras, dos versos, parece que fica sempre faltando alguma coisa. Talvez escrever seja uma válvula de escape. Até porque, muitas vezes minha escrita pode ser corrosiva. Muitas outras, melosas e um tanto piegas. Mas, foda-se. Escrevo o que eu quero. meus amigos me conhecem assim e assim escreverei. Ponto.

Ponto final, pode ser. Mas prefiro as reticências!

Até mais…

Like what you read? Give Marta Albergarias a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.