(500) Dias com Ela

Pedaço

Quando você segurava minha mão o mundo me engolia
Seus olhos pareciam sempre estar em sitônia com a terra

Pra mim você era como um mar aberto
Como uma alma errante que encontrei
Tirei seu capuz e te pus em minha garrafa

Sei que você não esperou minha partida
O bom de tudo isso é a saudade
Daquilo que não poderemos ser

Naquele aeroporto nossas mãos se entrelaçaram pela última vez
Você tinha me dito que para poder uma pessoa fazer falta
Era preciso levar um pedaço dela junto

O sol já não esquenta minha pele
E eu carrego o seu pedaço todos os dias

{Mar}cos
One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.