Cuidados com o bebê: Produtos e substitutos naturais

Quando nasce um bebê, nasce junto uma série de dúvidas com seus primeiros cuidados; por isso acreditamos que para fazer o melhor, temos que procurar entender quais são as reais necessidades e como funciona o organismo deles.

Quando estamos gestando ganhamos uma infinidade de presentes (e também palpites de como cuidar do bebê), principalmente relacionados à sua higiene, como kits para o banho, lenços umedecidos, óleos, cremesmas será que isso realmente irá fazer bem para essa pele tão sensível do bebê!?Grande parte dos ingredientes presentes na produção de cosméticos são potencialmente alergênicos e até cancerígenos! Basta olhar os rótulos e verá ingredientes como ‘lauril, BHA, corantes artificiais, formaldeído, dioxano, fenol, parabenos’ (entre outros derivados) esses componentes são responsáveis pela fragrância, coloração, conservação, emulsificação, produção de mais espuma, tudo o que fica mais “agradável” aos olhos de quem vai consumir.

*referencia: http://migre.me/sdxKr

É ou não é Maluco, como algo cuja a intenção é ‘cuidar’, possa ser tão agressivo a esse ponto! E infelizmente eles são todos aqueles vendidos em farmácias e supermercados.

Mas não se desespere …

Existe substitutos mais naturais para estes cuidados diários com o seu bebê e até mesmo soluções mais simples, que podem ser feitas em casa. E é nisto que a nossa entrevistada de hoje vai nos ajudar. A Lais, é mamães do Sião, e vai dividir conosco um pouquinho da sua valorosa sabedoria em cosmetologia natura. Ela é criadora do ‘Infinito — por amor à criação’ portal no qual reúne suas sabedorias da floresta e divide conosco na formulação de seus produtos artesanais. Então vamos lá!❤

Dicas Naturais para a hora da higiene e cuidados do bebê

Na hora do banho:

Sabonete não é um item indispensável de uso diário para aqueles bebês que ficam apenas no colo ou na cama. Só a partir do momento em que eles vão para o chão é que chega a hora de dar aquele banhão caprichado, mais frequente.

O Sabonete: opte por sabonetes que não contenham as substancias agressivas já citadas acima, preservando e respeitando a saúde do seu bebê e a natureza também.

A dica ‘caseira’ e ‘natureba’ é: ‘Infinito — por amor à criação’ você encontra a linha paz e alegria, com sabonetes que possuem propriedades calmantes, que atuam auxiliando nas desordens intestinais, inquietação e insônia. Além de ser antisséptico, anti-inflamatório e cicatrizante

**

O Shampoo: aqui usamos o próprio sabonete para lavar a cabeça e as madeixas! (linha citada acima)

A dica ‘caseira’ e ‘natureba’ é: componentes encontrados em sabonetes, óleos essenciais, óleos vegetais, argilas e ervas, possuem propriedades benéficas para os nossos cabelos. Ajudam a combater o excesso de produção de sebo, hidratam e protegem os fios de cabelo e o couro cabeludo.

___________________________________________________________________

Na a hora da troca de frauda …

Lenços umedecidos

Em geral eles contêm sabão na sua formulação, entre outros derivados sintéticos (dos quais a maioria dos sabões são feitos). Agora imagine você tomar banho, passar sabonete no corpo, e desligar o chuveiro, sem se enxaguar!!! Só de imaginar já dá coceira, não é? Então segue a dica abaixo.

A dica ‘caseira’ e ‘natureba’ é: Uma solução simples é usar algodão e água, sempre! Ou você pode até usar (no lugar da água) chá de camomila e/ou calêndula, duas ervas excelentes para acalmar irritações na pele.

*Na hora de sair ou viajar, pode usar algodão com óleo vegetal ou andar com uma garrafa pequena de água, existem garrafas térmicas práticas que podem ser levadas na bolsa tranquilamente.


Pomadas com substâncias sintéticas

As pomadas industriais: contêm diversas substâncias que o corpo não reconhece, demorando á absorção na pele, e assim formando uma camada sobre a pele, evitando que esta respire! Retendo ali a urina e piorando a assadura.

O ideal é que a pele fique seca e arejada, já que nossa pele precisa respirar, principalmente quando está inflamada e sensível.

Mas se for usar pomada, opte por aquelas que contenham uma ‘matéria prima’ que o corpo reconheça, e seja de fácil absorção, como as de origem vegetal. E preferencialmente “cruelty free” (sem crueldade) não testado em animais, o PETA disponibiliza uma lista de empresas (nacionais) neste seguimento, para você comparar conscientemente confira a lista http://www.pea.org.br/crueldade/testes/naotestam.htm
(Confira os kits para esta opção na ‘Infinito — por amor à criação’)

O Talco: Quando passamos talco no bebê, produz-se uma névoa que é aspirada pela criança, podendo causar problemas respiratórios e alérgicos.

A dica ‘natureba’ é: argila branca ajuda a secar a pele, usei com meu bebê e funcionou muito bem, além de ter todas as propriedades curativas da argila, é inclusive indicada para peles sensíveis

A dica ‘caseira’ é’: A boa e velha maisena funciona muito bem também. Tanto a argila e a maisena, podem ser usadas a seco ou misturadas com um pouco de óleo vegetal fazendo uma pastinha. Que é também uma dica para uma ‘pomada’ mais saudável.

___________________________________________________________________

Nos momentos de cuidado e carinho:

Na hora da massagem ou Shantala, damos o aconchego e o conforto necessário, para que o nosso bebê se sinta amado, querido e protegido, desenvolvendo-se de maneira mais saudável e feliz. Mas mesmo com a melhor intenção do mundo se você não souber a procedência do ingrediente chave certo, o óleo, você pode estar colocando seu bebê em risco, sem nem ao menos perceber! Portanto entenda um pouco mais acerca dos óleos, para poder escolher o melhor para o seu bebê

O Óleo mineral (paraffin oil e mineral oil) — Também chamado de petrolato líquido pesado, óleo branco ou vaselina líquida, é um derivado do petróleo de baixíssimo custo. Este óleo é mal absorvido pela pele, causa uma sensação de maciez, mas com o tempo e uso contínuo resseca e vicia. Contém dioxano, responsável por desenvolver diversos tipos de câncer, então cuidado!

Para massagear e hidratar a pele do seu bebê (e a sua também), opte por óleos vegetais que passaram pelo processo de extração a frio, que é o processo em que são preservadas suas funções terapêuticas, em que o único componente seja o próprio óleo, ou agregado com óleos essenciais*

Óleos essenciais são recomendados a serem utilizados no segundo trimestre do bebê e ser feito um teste numa pequena área para observar reação alérgica.

A dica ‘natureba’ é: óleo de coco e calêndula para preservar a hidratação natural

A dica ‘caseira’ é: Na falta de um produto especifico para isso, pode usar apenas o óleo de coco, o próprio azeite de olive, ou qualquer outro óleo vegetal que passou pelo processo de extração a frio.

Procure dar preferência á produtos feitos com compostos biodegradáveis, matéria prima vegetal, sem violência com nenhum ser, nem os que vão usar e nem os seres que geram a matéria prima.’’ — Lais Camargo

Lais Camargo, 25 anos, mãe do Sião 1 ano e 3 meses. Formada em terapia floral, iridologia, yoga e massagem terapêutica para mães e bebês. Produz e trabalha com cosméticos naturais desde 2010, a partir do contato com a permacultura que lhe trouxe as ferramentas para materializar o amor e o respeito pela nossa mamãe terra! Amante e pesquisadora das plantas medicinais e suas diversas formas de na auxiliar. Você encontra o trabalho dela no …

https://www.facebook.com/amoracriacao/

Contato: poramoracriacao@gmail.com

Todos os produtos Infinito — por amor à criação são 100% vegetal, sem conservantes, corantes, fixadores de aroma e perfume, livre de substâncias sintéticas e derivadas do petróleo, utilizando dos benefícios dos óleos essenciais, óleos vegetais, argilas e ervas.

Esta iniciativa é apoiada pela ‘Rede Colmeia — Economia Solidária’

https://www.facebook.com/redecolmeiademulheres/