Quem eu sou (1/3)


Sou o Mateus e não gosto do meu sobrenome. O que tá no facebook não é meu, mas depois de tantos anos é como se fosse. Tenho 23 anos, completados no último dia 10. O sol é de leão, mas fogo é o elemento menos regente no meu mapa. Como eu já suspeitava na intuição, terra é minha estabilidade, como a base da minha religião. Estudo Comunicação Social, paixão que enfim alcancei depois de dois anos na Letras. Hoje amo o que estudo e o meu querer demais até me atrapalha um pouco. “Um passo de cada vez”, eu digo pra mim mesmo. Moro com amigos desde que cheguei aqui em Seropédica, a 700km da minha terra natal, Campinas. Mas sem dúvida sair de casa aos 17 foi a melhor escolha que eu podia ter feito. Dizem que a liberdade é a maior conquista do homem e eu acredito nisso. Aqui na minha casa posso ouvir as minhas músicas e ficar na internet sem que meu padrasto puxe o fio da internet quando der 3 ou 4 da manhã. Mas sinto saudade da família também, é natural. Aqui no Rio encontrei amigos que hoje são meus irmãos, e sou muito grato. Aliás, gratidão é algo que desenvolvi ao longo dos anos. Quando olho pra trás… que pessoa mesquinha já fui! Ainda bem que somente por uma breve fase adolescente, acredito. Hoje meu cabelo está natural, minha barba um pouco crescida, e não me reconheço tanto nas fotos antigas. Mas isso é bom. Tenho praticado que mudar é soma, e não abandono. Gosto do que somei até aqui.