Mateus, sem "h"

Dale Carnegie escreveu há uns bons anos:

"…o nome de uma pessoa é, para ela, o som mais doce e mais importante que existe em qualquer idioma".

Tenho certeza de que, ele tendo vivido em épocas de WhatsApp e emails, teria acrescentado que, além do som, o nome de uma pessoa também é a palavra mais doce e importante que existe em qualquer idioma.

Ainda assim, hoje não são poucas as pessoas que ignoram essa máxima e continuam não se importando em escrever o nome de uma pessoa corretamente ao enviar-lhe um email ou uma mensagem qualquer.

Tomemos o meu caso. O meu Mateus não tem "h". Quando alguém escreve para mim: "Matheus, segue o anexo" eu procuro o outro Matheus que está copiado no email, porque esse não sou eu. Apesar de ser um nome simples, é comum que o escrevam errado, mesmo em casos importantes como o caso de um jovem que estava candidatando-se a uma de nossas vagas:

Email recebido esses dias. Quem é esse Matheus?

Repare que em uma situação típica como essa o meu nome estava escrito corretamente pelo menos 3 vezes no email que eu mandei para ele. Bastava o cuidado de copiar.

Depois de todos esses anos trabalhando com vendas e suporte ao cliente eu tenho certeza de que todo detalhe importa na hora de causar uma boa primeira impressão ou simplesmente quando você deseja mostrar que se importa com a pessoa e está oferecendo-lhe a sua atenção. Parece bobo, mas é impossível escreverem o nosso nome errado e isso passar batido. A Starbucks que o diga.

Antes de escrever algo para alguém eu procuro ter sempre o cuidado de observar como o nome da pessoa é escrito. O correto é André ou Andre? Luca ou Lucas? Mariana ou Mariane ou Marianne? Thiago ou Tiago? Wanderley ou Vanderlei ou Vanderley ou Wanderlei? Se eu estiver em dúvida eu não escrevo.

Ao nos comunicarmos nós queremos que a pessoa do outro lado conecte-se conosco e essa tarefa torna-se muito mais difícil quando ela não sente que estamos falando diretamente com ela.

A partir de agora, preste mais atenção ao nome da pessoa para quem você está escrevendo. Se for um nome difícil, melhor ainda: muita gente deve errar e você tem uma oportunidade de mostrar que não é igual a todo mundo.

Mateus.