Edifício Santa Cruz: a história do prédio mais alto de Porto Alegre

Prédio possui 31 andares, 107 metros de altura e 50 mil m² de área construída.

Imagem tirada durante a construção do edifício, na década de 50

Por Eduardo Dorneles e Matheus Leandro

O Edifício Santa Cruz é o edifício mais alto da cidade de Porto Alegre. Localizado no Centro de Porto Alegre, na Rua dos Andradas nº 1234, está próximo à Praça da Alfândega e à Rua General Câmara. Possui 31 andares, 107 metros de altura e 50 mil m² de área construída. Conta também com mais dois níveis de subsolo com 14 metros de profundidade.

Inaugurado em 1965, sua concepção nasceu nove anos antes, em 1956. O edifício compõe um conjunto de prédios construídos em aço no Brasil na década de 1950, produzido e montado pela Cia. Siderúrgica Nacional. Projetada pela Construtora Ernest Woedcker, a ideia era construir a sede administrativa e a agência matriz do Banco Agrícola Mercantil, também conhecido como Agrimer, que depois de algumas fusões se tornou Itaú.

Em 1955, foi realizado um concurso fechado de anteprojetos para a escolha do projeto a ser executado para sede do banco. Três escritórios de arquitetura foram convidados a participar. O projeto vencedor foi o do arquiteto Carlos Alberto de Holanda Mendonça.

Em junho de 1956, o projeto teve a primeira aprovação pela Prefeitura de Porto Alegre. Porém, no mês seguinte o arquiteto Carlos Alberto de Holanda Mendonça faleceu, o que levou o arquiteto Jayme Luna dos Santos a assumir o andamento do projeto. Luna foi responsável por diversas mudanças no projeto, que constam em plantas datadas de 1961 e algumas alterações datadas de 1965, data do final da construção.

Leia mais:

Edifício Santa Cruz: a lança cravada no coração do Centro de Porto Alegre

Marília Levacov, a mais antiga moradora do Edifício Santa Cruz

Ubirajara Volpi, o síndico do Edifício Santa Cruz

Hilário Rodrigues, comerciante do Edifício Santa Cruz

Doze34: alma e coração de uma cidade

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.