crise

Calamidade total,
A qual ela me deixa.
Crise brutal,
Que não existe queixa.

Ela me quebrou
Num sentido peculiar.
Despedaçou
E não tem como voltar.

Pegou meu coração
E a maior crise criou:
Crise de risos, crise de paixão,
Crise de amor, crise sem dimensão.

E, não vou negar, 
As crises que criou mudaram
A minha vida de um jeito singular
Conseguiu fazer o que jamais conseguiram.

Mudou-me do turbilhão da ressaca
Para a calmaria do oceano;
Mudou-me do caos da tempestade
Para a calmaria do céu azul.

E, é por isso, que digo:
Ao seu lado é meu lugar,
Só você traz crise 
De um modo peculiar.