Muita lágrima esquecida,

Num caminho sem saída.

Mas pra que sair eu quero,

Se o amanhã é o que eu mais espero?