micro estórias fantásticas
Andre Ribeiro
1

Acho interessante nos micro-contos essa urgência de significar tanto em pouco. É um “gênero” do verbo, não é? Da narrativa da ação, sem os subterfúgios da descrição. E a partir da escassez do recurso das palavras ainda dar conta de sugerir ação anterior e posterior à ação circunscrita na micro-narrativa. Dentre estas tuas micro estórias, gostei especialmente das de número 1, 5 e 10. São fantásticas! Fantásticas tanto na narrativa quanto no que significaram pra mim, respectivamente: a autodestruição, metasonhos, e a guerra.

Por tratá-los como um exercício de estilo (interessante isso!) me permito uma opinião: acho que apenas os 24 últimos caracteres da micro estória número 5 já valem um micro-conto muito bom. O conto fica ainda mais curto e, acredito, não perde em significação e sugestão ao leitor :: “Quando acordei definitivamente, não sabia se estava acordado ou se ainda sonhava, pois a cama a meu lado pegava fogo enquanto eu nela dormia.”

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Matheus Avlis’s story.