primeiro dia de aula
Andre Ribeiro
1

Sobre estas narrativas: ‘Primeiro dia de aula’ e ‘Segundo dia’… É incrível como são tão fantásticas quanto as tuas micro estórias fantásticas haha

As imagens!!!! A “casata militar”, o “bunker selado”, “um micro system enjaulado”, a “ clausura de eletrônicos”, o “Bom dia” que desperta mal humor, o “desinteresse silencioso dos alunos pendentes nas cadeiras”. Um departamento de música de pianos travados ou desafinados, em um prédio de serviços gerais à que o funcionário se refere dizendo “Nada faz sentido aqui”. As imagens são tão reais quanto fantásticas. E você as capturou em 2 dias!

Sabe, várias vezes me questionei sobre o sentido daquele lugar, o sentido de eu estar lá. Várias vezes, como você em seu segundo dia, estive com os nervos à flor da pele alí. Obrigado por compartilhar este texto. Você diz que as “notas narrativas” são um “exercício de reflexão sobre as ‘práticas de si’ na vida” que, “à semelhança de um diário, ao refletir sobre aquilo que vive pode tomar ciência das determinações que nos envolvem, e assim optar por melhores caminhos que suscitem um cuidado interior no exercício da docência”. Lendo suas notas narrativas acabo refletindo sobre o que vivi e acabo tomando ciência das determinação que envolvem a mim e, acho, posso tentar optar por melhores caminhos.

A single golf clap? Or a long standing ovation?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.