Devaneio I — Sobre amor sincero

Amar é fazer o que estiver ao seu alcance para que a pessoa amada sinta-se feliz e realizada, independente de quando e com quem ela está fodendo, se está sozinha ou junto de alguém.
Amar é ser feliz na felicidade do outro, é aproveitar a felicidade da pessoa amada para se preencher, é sorrir para essa felicidade enquanto está com um copo de whiskey na mão.

Amar é entender que você pode amar e não ser amado, entender que nem sempre o mundo limpará nossa bunda afim de nos consolar, é entender que mesmo não sendo amado por quem você ama, você deve ser feliz enquanto essa pessoa é.

Amar no fim, é ser sincero no que sente sem cobranças, sem egoísmo, sem perfeição, com muitos defeitos e todas as ótimas lembranças, as boas e as ruíns, de gozadas e brochadas, de umidade e seca total, ou as vezes nem isso... É basicamente, amar a humanidade falha de cada um e ser feliz a cada vitória.

Like what you read? Give Maycon Ernesto a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.