ortopedia da palavra IX

da casa da sabedoria de bagdá (beit al-hikmah) se anuncia a mística dos fluidos através da geometria mundana.
o castelo do azahr

ظ peregrinação (al-hajj)

enquanto engole ejacula princípios,
 poros de um caminho fluido, elabora a transfusão em:
 oro y ofício

encíclica, palavra é circulação.
 a ortopedia orienta um peregrino por memórias da pressão.
 quer dizer, impressiona-se por aquele que, com um gesto, contou sua estória.
 sabe-se que o peito, para os pés, pode se ter como uma pedra para um jardim, e a coluna pradaria no regato das coxas. um corpo se percorre como uma paisagem, quando conta sua estória até o fim, ouve come desfruta o belo.
 se ali crescem laranjeiras, desprende um aroma cítrico a flor do

acaso na errância se depara
 em caminho teso, requer-se escuta ortopédica, 
na mesma medida em que falta fala.

o inacabado se reconstitui em arremates singulares, mesmo se desfazendo como um todo. arquiteta o encontro, condensa e exprime merecido esforço. uma explosão do que é tenso, como se sabe, acende
a cabeça e beneficia os fluídos.
 peregrino, quem dissolve a tensão, supera a tentação.
sacro y ofício contar é cumprir.

غ o governo oculto das gentes

é possível que se tenha dito tal frase: “na terra toda não haverá um único lugar onde se esteja só”, a não ser no meio da gente.
 em gravidade acolhido, medida da resistência se aprende com cessão.

um estimado filósofo chinês conta, sobre aquela figura da sensibilidade, uma memória que lhe ocorrera:

quando criança, o vento frio das montanhas sempre lhe fazia se agarrar a um pequeno pedaço de madeira, espesso, porém do tamanho de sua palma. a força com que pressionava era tamanha, tornava-lhe as mãos quentes e avermelhadas. mas elas não acendiam. no frio se experimenta alguma fragilidade. mais tarde, em sua vida, sentiu-se seguro sobre os joelhos, a bem dizer, estava sereno, quando a criança lhe ocorre desde o meio às extremidades, tomando-lhe em mãos os pincéis, de tal modo que perfura a seda embebida de tinta negra.

como pode recair anos em um vacilo de poucos centímetros?

para produzir suas belas obras,
educara o esforço das mãos aquecidas entre a porosidade da madeira e a força dos ventos: é que não podia ser assim tão imediato, um pincel se distingue de um simples pedaço de madeira, pois quando se pressiona se dissolve. o que se opõe ao frágil não pode ser o forte, mas o sutil pode. por isso, diz: a caligrafia apresenta uma coreografia elevada das forças da natureza.

parábola se conta a fala em veste de ordem, dever concede ao ato o título de exemplo. novos velos sobre antigos arremedos,
expõe o governo oculto das gentes.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.