ortopedia da palavra VI

da casa da sabedoria de bagdá (beit al-hikmah) se anuncia a mística dos fluidos através da geometria mundana.
manduca-poma, macula-mellis

ف a rememoração (ad-dikhr)
não há quem tudo tenha, que nada possa receber — o acaso no acidente é a prova final do sempre inacabado. remememore: o curso da recordação, canoa contra lete: é um ritmo reimar. a memória-anfíbia não é só mergulho, pois não resistiria à pressão submersa; também não se colhe nos ventos, dado que, tampouco voa e não se pode pisar sobre um rio. mas fluxo, apenas transfusão. no meio do rio, sentido é sedução. suas rotas, sístoles e diástoles: o corpo recorda, remembra. e a corda, lembra, tensiona a com tecido.

ص recolher, recordar (al-tadakkur)
urdidura dos fios, fosse cabelos, no meio do rio, nomeia a tensão: nós. urtigas de múltiplas urgências cnidaria a filogênese ortopédica: sucede-se a chorda um receptáculo de colo celenterado. uma vez pronunciado, não invoca a coisa: o nome revela o curso. desata o tino do presente: o ensino, atino acolhido. cabelos tão longos como esses, uma fantasmagoria, quando se movimentam, assemelha-se a um dragão e ao dragão, um engolidor de espadas e espíritos acordados e tensos elétricos e

ق cadeias de tensão (al-tawwatur)
alimento de reses, a seiva pelas raízes. sucção: memória capilar. sibila à beira do reno, a abadessa de seios de fora, absorve o calor entre as pernas e emana, seria um pingente de rainha? aquele que a admira, sente irradiar o pulso de um prazer ardido: se condensa no coração da rainha, ofertando calor que extrai e umidade que carrega. a canalização dos fluidos, uma termodinâmica do êxtase, tal a artimanha para quando se fica perplexo.

ر lubrica theologica
devora-lhe os seios, sereias são como pomares, a seiva adoçara o seu sangue como mel. nota-se aqui uma preciosa viscosidade de ductu gentis, pressionando-se na espuma doce semente de gustu pomis do sangue, que se suga com calor. adtensão entre os fluidos se dissolve em sangue, leite e mel — bálsamo da absoluta imanência. comunicação extática dos saberes da casa: a ortopedia oriental instrui o gozo comunitário, como princípio arquitetônico, segundo uma mecânica dos fluidos.

*

(advertência aos procedimentos acima descritos) sabe-se que o sangue, a que chamo, provisoriamente, de líquido-não-newtoniano, pode se tornar cada vez mais viscoso quanto mais intenso o fluxo das forças a que se submete. tal é a receita dos reinos cujos muros tem por matéria-prima o sangue... adensa o adobe. não equacionasse a natureza o coração, maior que o sol, sob a pele de uma maçã, a transfusão seria irresistível, ou irreparável: artérias acafeladas, as raízes como as pedras.