O mundo nunca viu tanto progresso e paz…
Marcus Brancaglione
52

“Eles usam blacktie”

Par quem não entendeu ainda o grotesco vazio entre o discurso e prática que coloca tudo no mesmo saco e ainda por cima da ares de sinceridade a quem não assume não é um falso humanista, mas um racista esclarecido. Eis a a prova do mundo de ponta cabeça:

É é isso mesmo que você leu: Trump pegando onda e pagando de tolerante para ver se levanta um votinhos com as minorias norte-americanas.

Pois é, os velhos demagogos do mundo inteiro podem não ter entendido ainda quão fundo é um precipício que eles se meteram e estão nos arrastando. Mas ao que parece gente do naipe do Trump, não só entendeu como está sabendo se fazer por conta disso. A custa do que e de quem vocês verão em breve, com ou sem ele na casa branca.

Eis o paradoxo que enseja fim das democracias representativas. Não quero idealizar Bernie Sanders ou Ron Pauls, eles são políticos, logo. Mas é impossível não perceber como os dois lados preferem correr não só o risco de perder, mas implodir seu império, a abrir mão dos qualquer um dos seus preconceitos supremacistas e lucros derivados.

Ou têm alguém ainda em sã consciência que no fim se arrebente de cara o povo americano com um Trump ou Hillary vai ter mesmo alguma diferença? Nós já vimos essa história com Dilma e Aécio. Esse fordismo deste mercado democrático, onde você pode escolher o carro da cor que quiser desde seja preto.

Não adianta enfiar a cabeça no rabo. Você pode fechar os olhos e não querer olhar para o abismo, mas o abismo está lá olhando para você… e te esperando sorrindo quando você der de cara no fundo do poço. Sempre cabe mais um.

Mas de que abismo esse doido que vos escreve tá falando? Você não viu? Não tem problema Trump viu por você. Eles e seus amigos continuarão estarão olhando por você. Mas quem se importa? Olha só como eles estão bem vestidos.

Quem precisa de aristocracia e família real com uma elite destas?

Nunca tantos foram tanto made USA. Viva o clube do Mickey.

E depois ninguém sabe porque tem governo ainda mais “paranóico” do que eu:

Isso pra não falar dos tiranetes (acusados até de assassinato[ver nota]) que estão despirocando de vez:

Nota:

Por favor, não interpretem que estou defendo esse insano, ou que eu suponha ele ser um milimetro pior ou melhor que seus pares dos países desenvolvidos só porque ele é acusado apenas de “assassinato” e não de “crime de guerra” ou “genocídio”. São acusações distintas, ambas graves e que devem ser por isso mesmo como acusações até que se prove o contrário. O que não impede ninguém de ter formar sua opinião até para não ser trouxa. Porém o que vale para os presidentes de repúblicas dos países com forças armadas menores deveria também valer para os impérios.

Particulamente tenho por fé que nenhuma pessoa de paz deveria ser forçada a submeter a nenhum soberano contra sua vontade. E nada justifica isso. Mas a partir do momento que o fato dado é que cada povo tem o seu e muitos deles querem tê-los, nenhum deles deveria ser julgado como bandido sem prova, nem absolvido só porque banca o coitado ou pior: se acha o eterno mocinho do bang-bang do mundo.

Passou da hora e tirarmos do pedestal também aqueles que se acham acima do bem e do mal só porque acham que tem um berço, uma cutis bolsos mais correta do que o dos outros. Aqueles que se acham e são tratados como os novos lordes e donos do mundo também precisam responder por sues atos no poder, e não podem achar que desde que se estejam enrolados bandeira nacionais “certas” e escondidos atrás de forças armadas gigantes podem fazer o que quiserem e ainda bancarem a policia o juiz, e o carrasco do mundo.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.