ELES NÃO ENTENDERAM NADA: O E-GOVERNO NÃO É A E-DEMOCRACIA

http://politica.estadao.com.br/noticias/geral,lula-se-reune-com-cunha-e-pede-para-segurar-pedidos-de-impeachment,1765046
Manifestações 2013 começaram a esquerda…

Democracia Direta em Rede não é Caixinha de Sugestões eletrônica, não é digitalização da burocracia.

De fato, repito a pergunta: a quem pertence a soberania ao povo ou ao Congresso? Temos contratos sociais ou contratos de Servidão voluntaria? Eles são nossos representantes ou nossos mandatários, nossos porta-vozes ou nossos senhores? São eles nossos funcionários ou nós seus súditos? A quem de fato esses atores políticos representam? Se tem o poder delegado de nos comandar mas são ainda sim meros representantes de fato da vontade alheia, a quem então eles representam?

Não estou provocando, estou simplesmente interpretando um sentimento, um movimento, uma evolução, um grito que se continuar a ser sufocado irá se traduzir cada vez mais em violência. Não porque as manifestações sejam violentas, mas porque os manifestantes não encontram os canais institucionais para se manifestar. Tecnologia existe, a necessidade de adotá-la perto de uma ruptura completa e desordenada é evidente. Sou um otimista e creio que emergirá uma nova forma de democracia 3.0 quer o governo a coloque no ar, quer sejamos nós que a coloquemos ou não. Não é uma questão de quem, mas de quando. E quantos ainda terão ainda que sofrer as a consequência da falta de auto-organização, artificialmente produzida pela violência mono- políticas e monopolistas contra a liberdade.

Se os políticos continuarem fingindo que não entenderam, serão varridos pela onda pacífica e auto organizada das redes nas ruas. A vontade como o direito que é difuso, não é desordenado, mas complexo , eles não são reformistas, oposicionistas ou anarquistas, nem jovens despolitizados ou apolitizados, eles não estão contra o governo, nem este nem aquele, eles não clamam pelo fim dos governos, eles clamam pelo seu direito de se governar. Eles?

Eles não. Nós. Porque a res-publica é nossa.

Como disse Manuel Castells:
“Não há perigo de um golpe de Estado. Os corruptos e antidemocráticos já estão no poder: eles são a classe política.”
 “Todo mundo é o seu próprio líder.”

…manifestações 2016: vão acabar a direita? Pois é, cada governo tem o fim que merece, ou melhor que procura. Já o povo no colo de quem vai cair?

Governe-se.

Não era preciso ser astrólogo, nem conhecer história…

Artigo originalmente publicado no site governe-se.com em 2013. E está disponível no livro :

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Marcus Brancaglione’s story.