Previsão do Tempo em Todo Brasil : Tempestades com risco pancadas e quedas de aeronaves

O pacto dos diabos: Temer, Lula e FHC articulam

E adivinham quem são a agulha e linha deste pacto segundo a Folha:

Sim, adivinhou: os eternos Gilmar Mendes e Nelson Jobim.

O sonho dos fãs do terror político brasileiro está finalmente se realizando: Lula, Temer e FHC, “trabalhando” juntos. Um orgulho especial para os fãs de FHC que finalmente tem seu talento reconhecido pelo grande público…

Mas e poque o Gilmar, o Jobim (ou ainda o Sarney e o Renan) não estão na foto então?

O Sarney-Renan não sei, devem estar lá atrás na sombra, mas os outros dois eu sei: não aparecem (nunca) porque estão batendo a foto…

O bom trânsito com os dois ex-presidentes e com Temer credenciou o ex-ministro do STF Nelson Jobim e o atual ministro da corte Gilmar Mendes como dois dos principais emissários nessas conversas.
Jobim tem falado com todos. Já almoçou com Temer e FHC e marcou de encontrar com Lula nos próximos dias. Gilmar, por sua vez, hoje é próximo ao presidente, que participa de negociações para articular um acordo para a reforma política, diante do debate sobre a criminalização das doações eleitorais.-Temer, Lula e FHC articulam pacto por sobrevivência política em 2018

Não boto “muita” fé na Folha, mas não sei porque to com uma sensação estranha de que eles não estão inventando…

Todo brasileiro deve ser meio médium, meio profeta, porque nestas horas vem aquela premonição que causa arrepios, do tipo: “sei não, eles não vão dar conta, não… vai acabar rolando uma queima de arquivo básica…”

“Perderam-se medidas, padrões, capitais e referências políticos. Os líderes nacionais são quase todos zumbis, que causam entre medo e nojo.”- Vinicius Torres Freire: Como os zumbis vão votar reformas

Perderam?

Eles tinham?

A parada é que bateu meia-noite e eles se levantaram, e quem tiver coragem de sair as ruas ou a boca nos blogues vai conhecer a verdadeira face de quem governa o Brasil…

Eu que já tive o desprazer, passo. Não obrigado… não vou brincar com “a sorte”, de novo. Vou ficar com o conselho que o patrão Silvio Santos deu “zoando” ao seu empregado Gentili.

Quem quiser ouvir a dica: 4:45 até 5:40

Silvio que aplica como mestre a máxima do Chacrinha do “eu não vim para explicar, eu vim para confundir” e nessa dá um monte de “recados” aos “não-iniciados” junto de um monte de absurdos e barbaridades preconceituosas indefensáveis. Usando claro sempre o personagem e “brincando” de tal que modo que o desavisado que o acusar de qualquer coisa, corre sempre o risco de ser desmentido pelas próprias “vítimas” das suas “pegadinhas”. E acabando por se passar não sem sua ajuda por patrulha ideológica, mesmo quando tem as melhores das intenções.

Não tem jeito enquanto quem defende direitos não se livrar de vez dessa veia autoritária, vai continuar pregando para um número cada vez menor de convertidos e tomando pau de quem já se apropriou desse discurso “liberal” como ideologia, e aprendeu a usá-lo como arma muito melhor do que eles.

Mas isso é uma outra história. E não interessa tanto, nem tem tanto a ver com o que estamos falando quanto a coragem da moça que denuncio o ator global e a emissora. Uma coragem que tem muito mais a ver com a coragem que nos falta como sociedade civil. E nela que eu penso, para ver o quanto eu sou covarde agora que tomo a decisão de seguir a dica do “patrão”. Só covarde mesmo nem interesseira porque nunca ganhei nada nem para falar quanto mais para me calar.

Assim como andar de colete não protege nada contra a falta de sorte, a partir de hoje, só público receita de bolo, e sem nenhuma outra censura que não o meu cagaço mesmo. Como diz o ditado popular: “quem tem cu tem medo”.

Imagina então o medo então de quem sabe alguma coisa… agora imagina então o de quem está tá preso nas masmorras do pessoal que, querendo ou não, pode não estar subordinada aos exs presidentes dos poderes, mas estão aos atuais.

Imagina o cara pensando… se eles não “não conseguem” nem impedir o que vaza, como é que eles vão impedir o que entra…

Bem, pensando assim, como não sou ninguém e essa gente está andando e defecando para o que falo e tem mais com o que e quem se preocupar, para alguma coisa a insignificância da minha cidadania tem alguma serventia… esquece o que eu disse… vou continuar falando então.

Afinal quem tem que se preocupar mais com sua linguá e pescoço são outros; aqueles que outrora estiveram entre eles: os privilegiados. Estes sim precisam ouvir a dica do “patrão”…

espero…

porque agora é aquela hora onde as “trapaças da sorte”, viram o jogo… ou melhor a mesa e as cartas somem.

“Trapaças da sorte”… Para quem não sabe foi como o ministro Barroso do STF que cunhou a sapiente expressão para qualificar a a morte do seu colega Teori (lembram dele?). E haja trapaça… haja sorte… haja trabalho a ser feito em encruzilhada… e em quebrada de luxo.

Depois ainda não sabem porque tem tanto pastor exorcista crescendo na classe política…

Não. Isso não é uma piada. Isso não é uma brincadeira. Não sou um coringa, não sou um comediante… nem muito menos um vigilante… Eles são…

Perto dos nossos watchmens Trump é um amador…

There are many here among us
Who think that life is but a joke
But you and I, we’ve been through that
And this is not our fate
So let stop talking falsely now
The hour is getting late -Jimi Hendrix, All Along The Watchtower

A sorte está lançada…

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Marcus Brancaglione’s story.