Previsões sinistras do Passado para o futuro do Brasil acontecendo hoje

O titulo da matéria é piada com o sensacionalismo barato, mas o texto é sério (ou tenta ser)

https://www.brasil247.com/pt/247/midiatech/280647/Pesquisa-radicaliza%C3%A7%C3%A3o-pode-fazer-Bolsonaro-ser-o-novo-Collor-O-anti-Lula.htm
CONCLUSÃO
Resumo da opera, seja de esquerda ou direita não adianta prender o Lula ou só derrubar a Dilma sejam suas intenções legítimas ou ilegítimas o fato é que: a mera destruição de tudo que há de podre no poder sem colocar nada de novo no lugar implica logicamente :
Ou na volta dos mortos-vivos. Bandidos da mesma laia, que vão precarizar direitos e entregar patrimônio nacional e natural a predação.
Ou na ascensão de populistas de extrema direita: fundamentalistas religiosos.
E aí não adianta nem fugir para Miami, porque nos EUA eles já estão fugindo até pro Canadá.
Canadá que a proposito é um dos poucos países que considera com relativa seriedade uma renda básica.
FUTURO
E o que se fará agora? Vamos para frente ou para trás? Renda básica ou precarização de direitos trabalhistas? Democracia Direta? Ou semi-teocracias evangélicas? Impossível? Impossível é o Trump comandante em chefe do maior arsenal bélico do Planeta Terra, o resto… o resto é piada.
E aí, o que vai ser? Vamos esperar as eleições de 2018 para ter um segundo turno entre Bolsonaro e quem, Edir Macedo? Ou Lula e qualquer um deles?
Não, não adianta só acabar com a velha canalha política ou trazer sangue novo, o sistema está podre. Ou começamos imediatamente a tratar a democracia direta e a renda básica ou os vermes voltarão a tomar a república na falta destes dispositivos constitucionais de proteção a independência e cidadania plena e sociedade.
Não adianta polícia, não adianta ficar apenas correndo atrás, é preciso proatividade é preciso acabar logo com os currais de miséria ou esses canalhas plantam sua pobreza para colher seus fanáticos. É preciso acabar com a miséria e ignorância sobretudo a POLÍTICA, e isso meu amigo não se faz com cursinho de capacitação não, é preciso ser competitivo, isso só se faz com mais garantias reais de liberdade, mais direitos políticos e econômicos básicos e inalienáveis para todos: renda básica e democracia direta já.
Isto supondo é claro que você não seja um fascista.

No Brasil não é preciso ter bola de que Cristal para prever o futuro é só não acreditar na sorte. Difícil mesmo é mudar o futuro, porque dá trabalho desgraçado e não-remunerado:

Porém já disse isso antes e vou repetir: O populismo se reproduz no vácuo da responsabilidade social e sociedade civil.
Não basta colocar os bandidos na cadeia. Eles voltam, e voltam não porque o povo todo seja bandido como eles, goste de ser enganado, ou sejam simplesmente ignorantes ou fanáticos. Eles voltam porque as pessoas que se acham lúcidas e esclarecidas tanto a esquerda quanto a direita não fazem nada só falam.
É preciso fazer mais, é garantir a liberdade de fato das pessoas como condições básicas para não depender de nenhum politico ou grupo.
Não basta apenas provar por A+B que eles são mentirosos e criminosos, Lula não é Dilma, Lula é o Maluf da esquerda. E este mesmo quando já era reputado popularmente como ladrão não tinha só o voto da burguesia paulista e reacionária, mas do povo pobre, que repetia o famoso rouba mas faz, e olha que ele construía viaduto e túnel para rico e não bolsa-família.
O bolsa família é uma canalhice? Foi usado e abusado como instrumento politico-partidário, verdadeiro curral eleitoral, é um programa assistencialista de vigilância e doutrinação das pessoas pobres. Ok. E aí, qual é sua proposta? Precarização de direitos trabalhistas?
É?
Esquece. Ninguém vai bater Lula sem ampliar os direitos destas pessoas. Ou pior, vai sim! Vai ter gente sim que vai se erguer no vácuo do Lulismo e da implosão dos ganhos sociais com a crise econômica. E não são as múmias do PSDB ou PMDB, mas gente ainda pior: mais autoritária fanática e reacionária, só que não de direita, de extrema direta, com discurso fundamentalista cristão e misógino.
A extrema direita
Não se deve menosprezar o avanço da extrema direita no Brasil. E por um simples motivo: da mesma forma que as bases do PT não são, ou pelo menos não eram, só mantidas por fanatismo e exploração, essas ideologias estão ligado as igrejas evangélicas que fazem hoje parte do trabalho das comunidades de base. Essas igrejas exploram a pobreza alheia? Esses políticos exploram os pobres? Sim. Mas a pergunta não é essa. A pergunta é o que é que nós que discordamos desta exploração fazemos de efetivo para proteger essas pessoas deste tipo de aliciamento ideológico: oferecemos um curso de capacitação e um emprego semi-escravo?
Esqueçam o que os cabeça de planilha e seus números te contam. Eles não entendem nada de pobreza e privação.
Por mais que um programa autoritário como o bolsa família roube a dignidade de uma pessoa, o que eles dão com ele não é só dinheiro, mas atenção- pervertida em relação de poder e dominação, mas ainda sim muito mais atenção do que muita gente irá receber pelo resto da vida da sociedade que nem sequer olha na cara dela. Por esse mesmo motivo, uma igreja mesmo tomando dinheiro dos fieis, prove neste sentido até mais; porque o senso de comunidade e de acolhimento dela é maior que toda humilhação das burocracias estatal e corporativas.
Não me entendem errado. Não estou fazendo um elogio as igrejas que exploram a pobreza, pelo contrario estou falando de como é fácil para elas e também aos partidos políticos fidelizar gente onde prevalece a privação primitiva. Isto não é um elogia a eles, é uma critica a sociedade civil que se julga culta, rica e capaz mas deixa que eles construam seus exércitos bem debaixo da cômoda ignorância.

Aqui o analise na integra do artigo que foi escrito no ano passado, mas feito exatamente para o dia de hoje:

LIGUE DJAAÁ!
One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.