Quem cai, quem sobe e quem nunca sai (nem a pau) de cima da gente

E uma leitura contemporânea de uma parábola de Jesus

O PT

https://www.brasil247.com/pt/247/sp247/263114/Pela-1%C2%AA-vez-em-sua-hist%C3%B3ria-PT-n%C3%A3o-elege-prefeito-no-ABCD-paulista.htm

O PT foi-se. mas tarde demais. Deixou um bando de fieis abobalhados e amargurados com a traição e queda dos seus santos de barro e um pais literalmente para ser devorado pelos vermes malditos por um PMDB mais forte que nunca.

Para eles eles sobreviver como carrapato de quem um dia já lhe serviu de montaria: o sempre perigoso Ciro Gomes.

O PSDB

O PSDB não aprendeu nada com o erro do PT e está todo feliz da vida em crescer a sombra e com a carapuça do PMDB. Vai ter o mesmo fim do PT. Duvido que STF deixe os capos do PSDB como Serra, Alkmin ou Aécio, puxar cana como um Palocci ou Dirceu, mas eles vão derreter de qualquer jeito. Quem foi blindado de todas,as formas FHC,a vaca sagrada da política paulista, tem 82 anos e não fica para semente.

FHC e Dória

Sim o MPF já avisou que pode até ter cometido crime que não importa, de certo já prescreveu. Não tem jeito com 82 anos FHC vai morrer como o eterno filhinho de papai das oligarquias, o filho do Eike Batistas na politica. Alguns tem até defendido o veio como presidente eleito indiretamente pelo congresso bandidos nacionais, caso a delação da Odebrecht derrube Temer! Isso sim é que ser o filhinho predileto do patriarcado.

Porém, morta ou finalmente decrépita a múmia de FHC- que diga-se de passagem é ainda o filha-da-puta mais lúcido da política brasileira- o menino trumpinho e poste de Alckmin, Dória Junior, vai ter caminho livre para se voltar contra seu criador.

Não tem jeito brasileiro tem complexo de vira-lata mesmo, não pode ver poste que vota mesmo, só para poder mijar em cima depois.

Aliás, doido aculturado que se acha culto é o que não falta ao Brasil:

PMDB

Quanto ao PMDB, o que dizer?

Como explicar que vão surgir novos bandidos, eles vão crescer virar presidente e cair, mas as mesmas dinastias e capos e coronéis vão estar lá, livres impunes do alto do seu poder colonial e feudal? É simples como o dia, pode fazer reforma politica, pode fazer constituição e proclamar mais um nova republica. Enquanto o Brasil e o brasileiro tiver dono, não for livre e dono do seu próprio nariz, território e destino, sempre haverão esses feitores e capatazes, os PMDBs e seus aprendizes de feiticeiro, PTs, PSDBs e etc…etc…

Não é uma mera questão de acabar como os partidos ou prendar os corruptos, mas da cidadania e sociedade retomar o espaço publico que é seu. Não ocupar, retomar. Porque o que é seu você não ocupa, nem toma, você retoma e restitui, tira das mãos dos sindicatos de ladrões e usurpadores.

PMDB não é um partido ele é o centro partidário da classe política. É mais do que o coração da corrupção. É a encarnação de um sistema politico inerentemente corrupto. Prender o Lula e os Petistas, por mais bandidos e calhordas que eles sejam e deixar o PMDB solto é como derrubar Mussoline da Itália e assinar um acordo “de paz” com Hitler. O que pode ser pior do que isso?

“Derrubar” ambos, com Stalin. Ou pior sustentar todos eles juntos no poder de uma sociedade genocida e escravagista que mata mais que a guerra da Siria. E não estou computando mortes violentas, só as mortes matadas mesmo…

Eles colocam esse tipo de matéria para criminalizar o povo, mas não os criminosos são vocês que nos mantém sob custodia politica, econômica e e informacional. Mas não mais cultural.

E eis que chegamos a terceira via, que é evangélica sim, mas não é Marina Silva, a outra Silva que virou suco, mas Edir Macedo e a Igreja Universal do Reino de Deus.

UIRD

https://www.brasil247.com/pt/247/midiatech/263144/Kennedy-%E2%80%9CRio-%C3%A9-maior-conquista-do-projeto-de-poder-da-Universal%E2%80%9D.htm

Continuando o apocalipse da politica brasileira, com suas bestas e rios de enxofres. Eis que finalmente Edir Macedo, a Record e a Universal conquistam sua primeira grande prefeitura, a do Rio de Janeiro, na terra da sede do “grande satã” a Globo.

Não há nem muito o que dizer, não viu quem não queria ver, e não vê o caminho até o Planalto quem insiste em fazer a renegação dos fatos de acordo com a sua vontade a sua ideia de realidade e normalidade.

Se ele vai chegar ou não é outra história, mas subestimar de novo, por soberba ou medo os riscos só vai facilitar ainda mais que a outra alma mais honesta do brasil se junte ao panteão dos eterno donos do brasil. Vai se dar bem por lá ao menos por um longo tempo.

Nunca muda quem está em baixo, muda pouco quem está por cima, mas o mais importante o modus operandi, o jeito de nos fuder esse nunca muda.

https://www.brasil247.com/pt/247/brasil/263122/Estrat%C3%A9gia-evang%C3%A9lica-%C3%A9-chegar-ao-Judici%C3%A1rio-diz-pesquisadora.htm

Só a evangélica? Como é que os políticos não pensaram nisso antes? Poxa, será que o Renan, coitado, o outro perseguido pela policia fascista brasileira sabe disto?

Jesus

E já que a religião retoma abertamente o poder no brasil com os evangélicos- e digo abertamente, porque o catolicismo nunca largou o osso apenas ficou mais discreto- termino relembrando a parábola de Jesus, que secou figueira que não dava frutos. Para dizer que, bem meus amigos, a nossa figueira não só não dá frutos, mas como só dá frutos malditos e envenenados. PEC sei lá o quê… PEC não sei o que lá. PT PSDB, PMDB, Psei-lá-o-quê… Não dá para viver assim, com medo constante de estar sendo envenenado…

Para de dar murro em ponta de faca, esqueça esses frutos malditos, e corte a mal pela raiz, precisamos acabar com a árvore do mal.

Que derrubemos essa fábrica maldita de leis contra nós e retomemos nossos campos para abri-los ao plantio de novas árvores e culturas da vida. E porque não, seguindo ainda as palavras de Jesus, também cultivamos lírios? Para quando olharmos para nossa terra nunca mais nos esqueçamos do que realmente importa:

“Observai como crescem os lírios do campo. Eles não trabalham nem tecem. Eu, contudo, vos asseguro que nem Salomão, em todo o esplendor de sua glória, vestiu-se como um deles.”
Show your support

Clapping shows how much you appreciated Marcus Brancaglione’s story.