BOM DIA

Já parei de contar, minha filha.

O numero de vezes que me peguei olhando pra vc quando acordo.

Com a certeza de que o tempo passa e esse instante nunca mais vai existir.

Presto atenção em ti, querendo gravar a imagem. Ficar com a lembrança do teu cheiro.

Te abraço querendo guardar pra sempre todo festival de sentimentos, de carinho e de amor. É impossível explicar.

Perdi as contas, minha pequena, quantas vezes fiquei sem me mexer enquanto tu dorme encostada em mim, torcendo que teu pezinho continuasse em contato com a minha perna.

Parece tão pouco, mas é tudo que eu preciso.

Enquanto isso, tu não espera, meu amor, e cresce mais a cada dia que nasce.

Já são4 verões, 2 apresentações de música, duas turmas diferentes na escola. E entre isso tudo, risadas, brincadeiras com os amigos, novas descobertas e todas transformações.

Eu vou seguir aqui.

Gravando o som da tua respiração, fazendo carinho no teu cabelo e quase te obrigando a se cobrir pelo menos com o lençol. Assim são os pais.

Isso. Dorme mais um pouco, minha pequena, que o papai tem que sair para trabalhar.

Te amo.

18/fev/2014