Jornalista do Canal Futura fala sobre produção audiovisual

Nesta Quinta-feira foi o dia de receber no MeetCom Marcio Rezende jornalista do Canal Futura. Marcio foi estagiário e hoje atua em diversas posições dentro das produções audiovisuais do canal educativo. Ressaltou que essa mobilidade de oficio veio por causa dos tempos de convergência.

“Nesses tempos de convergência já não sou só um produtor, sou repórter , editor.” Disse Marcio ao inciar o bate-papo.

A temática da noite foi a produção audiovisual, mas para contextualizar e relembrar , o jornalista falou sobre o inicio da educação a proposta de televisão educativa , a relação econômica com os parceiros do futura que mantém financeiramente o canal.

Explicou também um pouco da programação e a proposta dessa TV educativa de “trazer educação como entretenimento”. Falou sobre o desafio e a forma como o futura estrutura suas reportagens afirmando ouvir todas as partes envolvidas, por isso a produção de conteúdos mais longos com reportagens entre 8 a 12 minutos.

Ponto importante da palestra foi quando Marcio explicou a aproximação com o publico , tanto os parceiros mas também o trabalho que é feito nas redes sociais. Eles mantém uma pagina no Facebook e inclusive por isso começaram a produzir o “minuto futura” .

O “minuto futura” é uma reportagem diária “com conteúdo atual” com texto curto para durar apenas 60 segundos. O intuito de usar essa mídia social foi justamente ganhar os internautas e conquistar para o canal futura um publico diferente do que costuma assistir na televisão .

“ estratégia para não só levar o conteúdo mas também aproximar desse publico , que ainda é um pouco desconhecido para nós . A gente não sabe muito bem com quem a gente está falando quando esta no Facebook, quando está no twitter…”

Márcio contou que as redes sociais hoje no jornalismo do canal futura representa uma “estrategia de humanização” ou seja a aproximação do canal com o público. Concluiu explicando que a rede social tem trazido ao futura jovens entre 18 a 30 anos idade diferente do publico de televisão que são em média acima de 40 anos.

O MeetCom Encerra hoje com uma palestra sobre música. E obviamente não encerra o debate sobre economia criativa mas abre as portas para os comunicadores decidirem seu próprio caminho.

Escrito por: Laís Tobias de Carvalho

Segue aí nossas Redes Sociais

https://www.facebook.com/meetcomnews

twitter : meetcomnews