10 anos

.

.

.

Se deixássemos uma página em branco, como seria sua reação? Muitas vezes, deixamos que a vida passe como uma folha em branco.

Quando nada fazemos para melhorar o mundo, para nos fazermos presentes na luta do dia a dia, nos tornamos assim: uma folha de papel em branco.

Você na sua ingenuidade e simplicidade da infância será sempre uma página florida em sua vida e na vida de todos por onde você passar, pois já é o que você demonstra ser.

Você é possuidora do amor puro, que é uma chave invisível aos olhos físicos, que é mais preciosa do que qualquer outra chave visível.

O amor puro extingue a desarmonia, assim como a luz elimina a treva.

O amor puro difere do amor paixão, que se caracteriza pelo apego e faz com que a pessoa deseje monopolizar a outra, o que acaba provocando brigas por ciúme. Quem dedica ao outro um amor puro verdadeiro não o trata com sentimento de posse, e sim com a disposição de se doar.

Uma pessoa que tem muito apego a si próprio não é capaz de dedicar amor puro alguém. O apego a si próprio é um sentimento ligado ao egoísmo.

“Quanto maior a abrangência do amor doação, estendendo-se à sociedade, ao povo, à pátria, e à humanidade, mas amplo se torna o nosso eu, intensificando a alegria da alma.” Seicho-no-ie.

16–10–197

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.