gratidão, Efraim

“nós somos um montinho de informações perambulando por aí” -Efraim

eu fico felicíssima quando Efraim aparece nos encontros de escalada.

ele é tão sábio, sério ele sabe de tudo sobre tudo, não há nada que você o pergunte que ele não vá ter uma resposta, e geralmente não é o tipo de resposta que estamos acostumados a ouvir, por isso é tão especial e instigante.

ele é como um pedacinho de tudo que há no universo, mas um pedacinho que perambula por aí com suas informações e que consegue expressá-las de maneira encantadora.

e mais encantador que isso, é que ele gosta de dividi-las! ele não se importa de ficar trinta e cinco minutos conversando comigo ou com alguém (com qualquer que seja esse alguém), isso não é “perda” de tempo, tempo é relativo, e você jamais perde. eu fico encantada com o olhar e a serenidade com que ele conversa com qualquer ser, sem medir tempo ou idade.

ele explode meu campo de percepção do mundo toda.vez.que.o.encontro.

transforma as coisas que já eram miudinhas ao meu ver mais miudinhas ainda, em meio a tanto conhecimento e infinito que temos

tudo é especial, tudo tem algum sentido, tudo é energia e está ali naquele segundo por algum motivo

fico frustrada por não conseguir expressar de maneira efetiva tudo que queria aqui

mas feliz por tal momento se tornar imensamente único.!

mesmo que eu me esforce ao máximo pra explicar algo que eu tenho na minha nuvem de conhecimento, essa coisa não será entendida como eu to tentando passar e não será entendida como eu achei que fiz você entender, entende?

porque é simples

eu sou única, você também.

é surreal (mas compreensível) pensar que não conseguimos pensar pra trás, temos muita dificuldade de explicar tudo que veio antes da gente.

a vida sempre existiu, e a gente consegue entender menos de 1% de tudo que existe, nós somos um formato de vida.

uma faceta do universo, que é inimaginavelmente imenso.

e imenso a muito tempo.

eu acho que não temos consciência de vida anterior a nossa pois nós somos um formato único. é como uma onda no mar, ela vem de um jeito, e depois que quebra é oceano, e nunca mais outra igual aparecerá.” -Efraim

aquela onda tem um pouquinho de cada parte do oceano, ela se torna uma única parte da junção das outras, depois se quebra e volta a ser parte de tudo que a compunha

sim! todos somos um pedacinho de tudo que há no universo, eu sou você, você também é um pouco de mim, e em algum momento fomos um só.

eu não sei quantificar o quão fascinante é trocar informações com o Efraim.

eu sou intensamente feliz por ter essa oportunidade, ele é dos seres humanos mais incríveis.

queria registrar esse menos de 1% de uma das várias conversas absurdas que tive com esse cara.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated mar ia’s story.