O PT E O PRECONCEITO DE HOJE

A corrupção petista foi — e continua sendo — apenas um dos grandes problemas que o PT trouxe para o Brasil. Mas não quero falar sobre a corrupção aqui, fato esse já discutido, rediscutido e aprendido por todos. Quero falar de outro mal que o PT trouxe e que poucos ainda devem ter percebido: a onda de ódio e preconceito praticada por muitas pessoas contra as classes excluídas da sociedade — negros, nordestinos, comunidade LGBT, pobres, etc. Não meus amigos, a culpa não é da ignorância do ser-humano ou dos “ismos” que sempre colocam na hora de acusar alguém por qualquer coisa. A culpa é, sem sombra de dúvidas, do PT e seus “movimentos sociais” — movimentos que só serviam para arrebanhar mais pessoas na “religião” petista, atraindo mais votos nas urnas. Se por um lado esses movimentos trouxeram uma discussão sobre a exclusão de algumas classes sociais, por outro, ao se associarem com um partido que tinha — e ainda tem — apenas a finalidade de roubar e de fazer um desserviço para todos — todos, no caso todos mesmos, até os integrantes dos movimentos sociais — acabaram cavando uma grande cova para os excluídos — chamarei assim para deixar o texto mais tranquilo de se ler. A culpa — apenas reiterando — , meus amigos, é do PT e dos “movimentos sociais”.

O que fazer agora? Um dos conselhos que dou é, para aos que pertençam aos grupos excluídos da sociedade, sair dos “movimentos sociais” — que são apenas máquinas do desgoverno para se garantir no poder — para formar grupos independentes de que lute por seus direitos. Mas devemos saber que esse problema irá perdurar por muito tempo — é muito difícil apagar o preconceito das pessoas — e tudo o que foi feito para diminuir o racismo, homofobia e preconceito acabou indo pelo ralo, graças ao petismo.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated José Ros’s story.