Gelado de eucalipto & Sandwich Club

Vou começar pelo fim. Nestes dias mais temperados, apetece um gelado. Num destes dias em que o sol regressou, foi o que finalizou o almoço: um gelado de eucalipto. Eucalipto? Sim, cheira a eucalipto, sabe a eucalipto, há-de vir do eucalipto. Soube muito bem depois do café. Antes, porém, encontrei uma sanduíche club surpreendentemente bem feita, com tudo a que tem direito, as três fatias de pão, fresco mas levemente torrado, com recheio variado e abundante entre elas. Uma boa sanduíche club não é coisa fácil de encontrar em Lisboa e esta estava bem acima da média. Hesitei na lista com uma sanduíche aberta de salmão fumado com alcaparras e rúcula e percebi que um folhado de queijo de cabra com salada era dos pratos mais requisitados. As empadas de galinha tinham uma massa leve e um recheio generoso e saboroso. Na lista há chás variados e infusões e chocolate quente. A orientação geral das operações é do chef Bertílio Gomes (do Chapitô) e de Maria Santos, que são os obreiros dos gelados artesanais ali servidos e que são um dos atractivos do local. E de que estamos a falar? Do Ice Gourmet, uma cafetaria situada no Jardim da Gulbenkian, próximo da entrada pela Rua Marquês Sá da Bandeira, mesmo frente à loja de revistas “Under Cover”. Sugestão — vão lá buscar boa leitura e depois sentem-se na esplanada a gozar o momento e a petiscar uma refeição leve e um bom gelado. O jardim fecha às seis, quando os dias forem mais longos é uma pena não poder fazer lá os fins de tarde.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.