O bem estar compulsório

Você está triste, mas poste aquela imagem linda de um dia feliz pra parecer que está tudo bem.

Você está triste, mas comente bobagens aleatórias e engraçadinhas nas postagens dos “amigos” pra manter um mínimo de integração social.

Ser tiver várias fotos, mesmo que antigas, dispare no Instagram prs mostrar que você tem uma vida alegre e agitada.

Se aquele amigo postar um texto maneiro sobre como está aberto a quem precisa de ajuda e que é só chegar (lol) mande uma msg contando por algo como você está passando, que precisa de ajuda e falhe miseravelmente ao ele te ignorar mais um mês pra ler a resposta e te deixar sem retorno.

Se afaste pq você está tão fudido que não consegue fingir normalidade por muito tempo e ouça sermão de que o seu velho eu tem que voltar ou você estará só. Mas você já está só.

Fique muito amigo de alguém, faça tudo pela pessoa, e descubra que ela só te procura quando o rolê furou ou não tem nenhum contatinho pro dia.

E depois de passar meses ausente já tendo dados sinais de fumaça e fogos de artifício de que não está bem, se algo acontecer, quem restar vai ouvir o famigerado “era só a pessoa te pedido ajuda. estávamos aqui”.

Sintomas da modernidade, onde demonstrar fraqueza afasta a socialização e quando não se há mais nada a fazer todo mundo acha que teria colaborado.

Aparente normalidade ou seja você e fique.