A beleza das diferenças

Você já chegou pra um amigo, primo ou aquela pessoa especial e disse algo tipo “Ei, sabe o que me faria muito feliz? Ter uma casinha no interior.” E a pessoa respondeu “Ta maluco? Você seria feliz se tivesse um apartamento a beira mar.” ?

O ser humano é um bicho muito engraçado mesmo, a gente tem uma ideia de perfeição e simplesmente começa a achar que se alguém discordou de nós é porque aquela pessoa não esta pensando direito.

Sabe quando sua amiga se apaixona perdidamente por um cara e você se incomoda porque afinal de contas “Ela é bonita demais pra ele”? Mas a sua amiga não precisa pensar como você.

São tantos caminhos a seguir, por quê alguém deveria gostar de comer berinjela só porque você gosta? ou não gostar de uma série só porque você não a suporta?

Aliás, se a alegria do outro é diferente e não faz mal a ninguém então o que dá o direito a alguém de julgar?

A vida não teria graça nenhuma se fossemos todos iguais e o que pode ser a felicidade certa pra você, ou a pessoa mais bonita do mundo ao seu olhar, pode não fazer muita diferença pra outras pessoas.

E tudo bem nisso, porque ninguém precisa ser igual ou pensar igual. Todos podem fazer coisas maravilhosas e diferentes, mesmo o ideal de perfeição de alguém não chegando nem perto seu, o mais importante é cada um buscar a sua própria casinha no interior, seja ela o que for.