O Desenvolvimento da mulher na sociedade

Artigo escrito pelas acadêmicas do curso de Jornalismo Diéssyca Jeanne Lemos Amaro e Milena Jaine Zarembski.

A figura da mulher, passou a ser algo extremamente importante na sociedade atual, onde ela exerce cada vez mais o papel de protagonista, embora ainda sofra com heranças históricas do sistema social patriarcalista em seu dia a dia. Com o tempo graças às lutas promovidas, uma mulher vem conseguindo aumentar o seu espaço nas estruturas sociais, abandonando a figura de mera dona de casa e assumindo postos de trabalho, cargos importantes em empresas e estruturas hierárquicas menos submissas.

Dá para se dizer também, que nos cargos políticos, apesar de termos superado o fato de nunca ter havido uma presidente mulher no Brasil, ainda é desigual a comparação entre homens e mulheres nos cargos executivos, legislativos e judiciários. Vamos relatar um pouco sobre as diferentes décadas, até os dias atuais.

Década de 10: Como mães foram muito autoritárias, não foram incentivadas e nem ensinadas a dar amor e carinho aos filhos. Nesse período, é normal para as crianças já estarem trabalhando.

Década de 40: As mulheres dessa década começam a sair de casa para trabalhar. Essa revolução acontece, é um período de segunda guerra na Europa e muitas vezes com os maridos lutando, necessariamente precisam criar seus filhos, e assimilar uma luta.

Década de 60: Começa a verdadeira evolução feminina, principalmente com o surgimento da pílula anticoncepcional, que dá a mulher o direito e controle sobre o próprio corpo e de escolher se deve ou não ter filhos. Nesse período também, as adolescentes e jovens mulheres começam a estudar mais, entrar nas universidades, trabalhar e viver o sexo livre.

Década de 90: Dos anos 60 até 90, há uma evolução no trabalho, estudo e vida afetiva das mulheres. Elas já tem o controle de querer trabalhar e lutar por direitos iguais e salários mais altos, além de viver independente de marido e com ele, viver igualitariamente. Além disso, com o início da internet, começa a se informar, ler e estudar mais . Hoje as mulheres estão mais preparadas para o mercado de trabalho e buscam conquistar seu espaço para a sociedade.

Dias Atuais: A mulher atual é uma multi mulher: trabalha fora, cuida da casa, cuida dos filhos, dá atenção para o marido, se cuida e ainda estuda e acha tempo para se divertir. Ainda é preciso muita mudança como direitos melhores e a luta pelo fim da violência contra a mulher, mas em 100 anos, já conquistamos muita coisa e a tendência, é conquistar ainda mais. A mulher de hoje merece o reconhecimento de todos. Porque vai à luta grávida, cuida dos seus filhos como loba, é essencialmente uma força da natureza e como tal, deve ser reverenciada. Mãe, provedora, conselheira, trabalhadora, sedutora, forte, bonita, feia, fera, carinhosa. Muitas numa só é quase indecifrável e não totalmente reconhecida. A mesma mulher que durante mais da metade da história da humanidade não teve voz, não foi representada ou respeitada, hoje é em muitas situações, mãe de família e tomadora de decisões. Ser mulher ao longo da história era uma desvantagem social e política. Não duvide não, toda mulher quer ser amada, toda mulher quer ser feliz.

Like what you read? Give Milena Zarembski a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.