O Melhor Evento do Mundo!

Pensei em mil e uma maneiras de começar a escrever esse artigo tentando falar de cara o quanto sou grata ao melhor evento do mundo, mas não tive muito sucesso, pois após esses últimos dias cheguei a conclusão de que não haverão palavras suficientes para resumir os meus sentimentos e agradecimentos em relação a tudo o que vivi nesse BrazilJS 2017, então vou tentar expor um pouquinho de tudo o que vivi.

O início de tudo

Para entender como eu fui parar naquele palco incrivelmente gigantesco da BrazilJS 2017, aqui vai um resumão do meu caminho até então:

Minhas participações em eventos começou em 2014, em um evento chamado "Front In PoA" que como o próprio nome já diz, é evento relacionado a front end e que acontece aqui em Porto Alegre, no RS. Naquela época eu tinha apenas 1 ano de relação com o mundo TI, e foi quando comecei a amar ir em eventos, por mais que muitas vezes me sentisse deslocada por estar em meio de tantos homens, mas sendo sempre muito incentivada pelo meu namorado que também é dev.

Comecei a amar por ser um local que me proporcionava mais contato com a informação, pessoas diferentes, novas experiências e conhecimentos, e de fato, desde lá, procuro não faltar em eventos relacionados à área. Mas em meio a todos esses que frequento, há um evento em especial que mudou e tem mudado minha vida todo ano, e esse evento é o BrazilJS.

Minha primeira experiência na BrazilJS foi em 2016, em que conheci pessoas FANTÁSTICAS, aprendi pra ca*lho, fiz network, fiquei perto de pessoas que sempre admirei e tive meu primeiro contato com uma das mulheres que mais me inspira e que inclusive fez a talk que mudou a minha vida. To falando dela, Alda Rocha uma das mulheres mais fodas que já conheci, que admiro muito, e que hoje tenho como uma amiga ❤.

Em 2016, a Alda apresentou uma talk que me encorajou a compartilhar meus conhecimentos com outras mulheres e incentivar as mesmas a entrarem no mundo TI. Antes disso eu tinha criado uma comunidade para ajudar as mulheres a continuarem na área e superar desafios (eu já tinha passado por muitos até então, e até pensei em desistir da área. Ouvi coisas que me fez ter uma força gigantesca, lutei muito contra machismos diários e "piadas" de mal gosto que me tocavam muito (histórias para outro artigo), e decidi que iria ajudar outras mulheres com essa barra toda também), e a Alda me ajudou divulgando essa comunidade que criei na talk dela em 2016, e inclusive me ajudou dando muitas dicas. A comunidade chama Encoding Women, que por mais que esteja crescendo lentamente, a cada dia tem novas participantes :) o que me deixa MEGA feliz.

Após isso, acabei submetendo minha primeira talk com muito incentivo do meu namorado (Victor), e assim fazendo-a no Front In PoA de 2016, falando sobre a importância da mulher na área da TI, e divulgando a EW. Assim foi o inicio de toda essa jornada de se envolver com a comunidade e de fato se doar para ajudar as pessoas de alguma maneira.

Depois dessa talk, veio mais algumas como no Rails Girls de NH (onde conheci a MARAVILHOSA Evelyn Mendes e sua força interminável que me inspira muito ❤), ensinando mulheres iniciantes no mercado de TI sobre front end e RSJS 2017 com uma talk falando sobre Vue.js.

Com o sucesso das talks, fui convidada a ser uma das autoras no blog da BrazilJS, e por levantar a bandeira feminina na área e lutar pela diversidade também fui convidada a fazer parte do comitê de diversidade da BrazilJS (convites que me deram uma felicidade que não coube no meu coraçãozinho ❤).

Já que por algum motivo as pessoas sempre gostaram de tudo o que eu tinha apresentado em eventos e escrito no blog, fui convidada a palestrar na BrazilJS 2017… E imaginem meu desespero na hora do convite… Pensei em recusar, meu coração acelerou, me auto-sabotei pensando que "eu não era capaz de tanto", que isso não era possível, que as pessoas estavam todas erradas… E depois de tanto bater cabeça e conversar com pessoas que me incentivaram MUITO a aceitar, finalmente aceitei o convite, tomei coragem e fui, com o peito cheio de felicidade de mim mesma por ver onde eu estava.

Maratona BrazilJS 2017

Depois de finalmente aceitar o convite, e a ficha "cair" quando fui divulgada como uma das palestrantes do evento, decidi tomar coragem e olhar a grade de palestrantes para ver quem eram as pessoas maravilhosas que eu conheceria. Foi então quando eu vi que estaria no mesmo palco que pessoas que eu sempre tive como referência na minha carreira de desenvolvimento, pessoas que admiro muito e que nunca na minha vida eu imaginei estando ao lado delas em um palco enorme, falando para +2000 participantes (Jean Carlo, Zeno Rocha, Evelyn Mendes, Fernanda Bernardo, Loiane Groner, Mike), e outros palestrantes que me arrepiava só de falar no nome, e que depois que conheci começaram a integrar a lista de pessoas e devs mais fodas que já conheci na vida juntamente com os anteriores que citei e que levarei como referência pra mim ( André, Mariko, Jem, Jeff, Artur, Gui (e babi ❤), Matheus, Luigui, Isa, Carol, Andre, Elia, Willian, Salva, (citando aqui os que eu convivi e conheci de fato nesses dias) e por último, mas não menos importante, aquela pessoinha que não é dev mas é um apresentador e pessoa INCRÍVEL, e escreveu sua primeira linha de código JS em plena braziljs na frente de +2000 pessoas, Erick ❤).

Você deve estar se perguntando o por que que eu citei uma por uma dessas pessoas, e te respondo: Cada uma, CADA UMA dessas pessoas juntamente com todos os organizadores, pessoas incríveis que fizeram tudo isso ser possível (Jaydson, Felipe, Amanda, Thayse, Gabi, Fran, Pamela etc), me tocaram e construíram e continuarão construindo uma Milene melhor depois deste BrazilJS, e são pessoas que com certeza são daquelas que a gente pensa "quero levar para o resto da vida".

Então, no momento após o primeiro dia de evento em PoA, quando estávamos dentro da van indo para a janta dos palestrantes, e olhei para os lados me pareceu tudo insano. Eu estava ao lado de profissionais que sempre admirei muito, e a felicidade não cabia em mim. Eu só queria agradecer ao universo por tudo o que estava acontecendo, e também gravar cada segundo de toda aquela experiência fantástica na minha mente… Acabei registrando e salvando algumas (leia-se VÁRIAS) fotos do evento, mas gostaria de compartilhar algumas aqui com vocês:

Momento lindo em que todas as mulheres subiram no palco ❤
Minha talk :)
Evento no segundo dia em PoA
Sala de Speakers no final do segundo dia do evento em PoA ❤
Fortaleza!
Todos por uma comunidade melhor ❤ Fortaleza!
Chegada em Fortaleza ❤
Chegada em PoA ❤

MUITO mais que um evento

A BrazilJS não é apenas um evento. É uma comunidade linda, que tem se tornado mais linda ainda a cada dia que passa, que muda a vida de muitos desenvolvedores, que torna esses melhores, que liga tecnologia e pessoas no intuito de formar um mundo melhor (mostrando esse ano ainda mais a importância de uma comunidade aberta para TODOS, e a força que temos ❤). A BrazilJS te proporciona memórias INCRÍVEIS, te faz superar vergonha, medo, nervosismo (tudo o que eu tinha antes de subir naquele palco e falar para +2000 pessoas), te faz conhecer pessoas maravilhosas, te faz sorrir de tanta felicidade e faz chorar quando acaba o evento fazendo tu ficar esperando logo o próximo ano.

Eu não tenho como colocar em palavras toda a gratidão que eu tenho por ter conhecido essas pessoas incríveis, por trocar experiências e conhecimentos, por conhecer mais a comunidade e perceber ainda mais que ela é MUITO grande e LINDA, por conseguir ajudar quem precisa, por ter a oportunidade de lutar pela diversidade fazendo da comunidade um lugar melhor, por aprender muito mais, por dividir o palco e conhecer pessoas MUITO maravilhosas, pelo tratamento INCRIVELMENTE carinhoso da organização, enfim… por cada segundo desses dias envolvida com a BrazilJS.

Agradecimentos

Quero agradecer em especial três pessoas que insistiram em mim e na ideia de eu ir palestrar na BrazilJS e que não deixaram eu cometer a loucura de recusar o convite. São elas: Victor (meu namorado, dev, que me incentiva pra ca*lho, que me ajuda e me dá forças SEMPRE que preciso, homão da po*a que me acompanha sempre ❤ ), Aline (amiga, dev, mulherão da po*a que teve a ideia insana de me ver palestrar ❤) e Jaydson (dev inspiração, pessoa f*da que apoiou a ideia insanas da Aline e que não desistiu de mim, me encorajou e me convenceu a ir fazer a talk ❤), sou EXTREMAMENTE grata a vocês.

E também a empresa onde trabalho, ilegra ❤ que me apoiou durante todo o evento em TUDO o que precisei, sem palavras.

Daqui pra frente…

Se eu era apaixonada pela BrazilJS com a experiência de participante, sou ainda mais agora com a experiência de palestrante. Você que está lendo tudo isso, que teve paciência de chegar até o final e tem uma vontade enorme de dar uma talk e não foi por medo, aqui vai um conselho: VÁ! Submeta a tua palestra, te supera e te permita uma experiência INCRÍVEL como a BrazilJS, tenho TODA a certeza do mundo que você não vai se arrepender. Cada frio na barriga, cada batida de coração acelerada vale a pena e você vai se apaixonar ainda mais por esse evento que é o melhor do mundo.

Espero, do fundo do meu coração voltar mais vezes naquele palco, conhecer novas pessoas, trocar mais experiências, encorajar mais pessoas a subirem lá e compartilhar conhecimento, afinal, a comunidade é feita disso e precisa disso.

A BrazilJS muda ideais, muda uma comunidade, muda a vida de muita gente e mudou a minha vida.

OBRIGADA BRAZILJS, por tudo, e até ano que vem! ❤