Do nude ao business, Snapchat.


Fundada em 2011 por Evan Spiegel, Robert Murphy e Reggie Brown.

O CEO Evan, nasceu em Los Angeles , Califórnia educado na Escola Crossroads para Artes e das Ciências em Santa Monica , e frequentou a Universidade de Stanford.

Um típico Californiano mimado? Talvez, mas com 25 anos , o CEO do Snapchat já tem um patrimônio líquido de US $ 1,5 bilhões, fazendo dele o mais jovem bilionário do mundo, de acordo com a Forbes .

A trajetória de Evan Spiegel, começou muito antes dele encontrar seus irmãos da fraternidade Reggie Brown e Bobby Murphy, e anos antes de estudar em Stanford.

Tudo começou com um fascínio com o projeto durante a sua adolescência, possivelmente ainda mais cedo. No verão de 2005, quando tinha apenas 15 anos Spiegel, fez dois cursos de educação continuada na Faculdade Otis de Arte e Design, em Los Angeles. Um deles, design gráfico, teve um grande impacto sobre ele.

Ao trabalhar para o Crossfire, o jornal Crossroads, Spiegel ia a pé ao redor do bairro e pedia às empresas locais para comprar anúncios. Embora parte da nota para a aula de jornalismo era vender uma certa quantidade de publicidade, lembra Kohn Spiegel como um ganhador que não só ultrapassou suas metas de vendas, mas ajudou a treinar as outras crianças sobre como pedir dinheiro para adultos.

E então, durante seu último ano, Spiegel decidiu que queria trabalhar para a Red Bull. “Eu amei a marca, eu amei o estilo de vida, e eu estava obcecado com a bebida. Eu tinha que ser uma parte dela”, disse ele durante a abril 2013 keynote. “Então, eu encontrei um amigo que conheci um cara que trabalhava lá, e eu implorei a ele para um trabalho. Eu liguei para ele várias vezes, nos encontramos para o café, e eu concordei em fazer alguma coisa para a Red Bull.”

Primeiro contato com tecnologia e empreendedorismo veio quando ele cruzou com Scott Cook, fundador da Intuit, em uma sala do curso de negócios de Stanford, ele estava sentado próximo, graças à referência de um amigo da família. A história diz que Evan implorou a Cook por um emprego.

Novamente funcionou.

Spiegel começou a trabalhar com Cook e um engenheiro em um projeto chamado TxtWeb.

Então, na primavera de 2011, Spiegel fez a ligação que mudou sua vida. Na ligação era Murphy para discutir a mudança de FutureFreshman a uma nova idéia: mensagens de imagens que desaparecem.

Reggie Brown (à esquerda), Bobby Murphy, e Evan Spiegel (à direita) na foto comemorando o lançamento do snapchat em julho de 2011.

A Polêmica Brown

Reggie entrou com um processo contra Snapchat em setembro de 2011 pela suposta saída forçada em agosto do mesmo ano. Brown diz ter concebido o conceito snapchat, desenhou o logotipo, e nomeou o mascote “Ghostface Chillah.” (o fantasma perdido que atualmente atende pelo apelido de “noface Chillah”) e veio com o nome original do app “Picaboo” .

Snapchat tentou resolver com Brown em duas ocasiões anteriores:. Em 18 de maio de 2013 e, novamente, várias semanas mais tarde.

Snapchat anunciou que chegou a um acordo não revelado com Brown em 9 de setembro de 2014. Como parte do acordo, Brown foi creditado com a criação de snapchat.

O comunicado de imprensa publicado pelo departamento de comunicação da snapchat citado Spiegel:

Estamos satisfeitos que temos sido capazes de resolver esta questão de uma forma que seja satisfatória para o Sr. Brown e Companhia. Nós reconhecemos a contribuição de Reggie para a criação de snapchat e apreciamos o seu trabalho no sentido de obter a aplicação fora da terra(?).

É Brown , Evan já dizia que a vida não era justa.

Polêmica emails

Em maio 2014 o blog Valleywag, lançou um conjunto de e-mails escritos por Spiegel durante sua carreira de graduação de membros da fraternidade que eram explicitamente misógino e homofóbico.

Em desculpa Spiegel escreveu:

“Estou obviamente mortificado e envergonhado que os meus e-mails idiotas durante os meus dias de fraternidade foram tornados públicos. Eu não tenho nenhuma desculpa. Me desculpe, eu escrevi na época e eu era idiota para tê-los escrito. Eles em nada reflete quem eu sou hoje ou meus pontos de vista em relação às mulheres.”

O cara que disse não a Mark Zuckerberg.

Em 14 de novembro de 2013, The Wall Street Journal informou que o Facebook ofereceu para adquirir snapchat para US $ 3 bilhões, mas Spiegel recusou a oferta de dinheiro.

De acordo com Om Malik em um tweet , Google, então, ofereceu US $ 4 bilhões em 15 de novembro de 2013 para adquirir a empresa, mas Spiegel novamente negou.

Em 11 de dezembro de 2013 snapchat confirmou US $ 50 milhões em financiamento Série C de Gestão Coatue.

E os 200 milhões do alibaba?

Evan sobre a recusa a Mark:

“Há muito poucas pessoas no mundo que conseguem construir um negócio como este eu acho que uma negociação que, por algum ganho de curto prazo não é muito interessante.”

A lógica por trás disso é que o aumento do tráfego no inverno poderia alcançar até 400 milhões de snaps por dia (menor que o valor atual). Se o snapchat atingisse essa marca de 400 milhões, ultrapassaria o número de fotos enviadas para o Facebook a cada dia e permitiria Spiegel comandar um “preço premium”.

WHAT A HELL IS SNAPCHAT?

Um app que o CEO explica como usar, isso é lindo. ❤ bem vindos ao futuro!
“snapchat não se trata de capturar o momento tradicional Kodak. É sobre a comunicação com toda a gama de emoções humanas. Não apenas o que parece ser bonita ou perfeita.”

O Snapchat é uma rede para troca de vídeos e fotos (com legendas, desenhos e carinhas) que se diferencia por obrigar os usuários a filmarem na vertical e por apagar os conteúdos depois de um tempo. Então, de até 10 segundos, enviados para o grupo de seguidores de forma privada ou não, e que depois desaparecem. Essa é a graça.

Cê não achou que ia se livrar das imagens de gatinhos né?

É verdade que os adolescentes amam o Snapchat, mas não é só isso.

A ferramenta cresceu e atraiu públicos diferentes. Segundo o TechCruch , o Snapchat vale 15 bilhões de dólares. Continua sendo um veículo com uma proposta bem jovem, mas dá para ser jovem com conteúdo relevante.

E pode mandar nude?

Durante o período de visualização do snap enviado, o usuário deve manter contato com touchscreen do dispositivo, dificultando, assim, a capacidade para tirar uma screenshot , o que é permitido. O remetente também é notificado pelo snapchat se um destinatário tirou um screenshot.

BUUUUUT…

É possível o usuário contornar esse mecanismo, por exemplo, tirando uma foto do telefone com outra câmera, ou desabilitando a função de comunicação através de uma modificação do código; além disso, a execução do app em um emulador pode ignorar todas as restrições. [carece de fontes] Após o tempo definido expirar, a imagem será apagada dos dispositivos e os servidores da empresa.

Em 9 de maio de 2013, o blog do ​​Snapchat responderam a especulação sobre a recuperação de imagens de seu aplicativo:

Se você já tentou recuperar os dados perdidos depois de apagar acidentalmente uma unidade ou talvez assistiu um episódio de CSI, você pode saber que com as ferramentas forenses direito, às vezes é possível recuperar os dados após ele ter sido excluído. Então … você sabe … manter isso em mente antes de colocar quaisquer segredos em suas selfies :)

Preocupações têm sido levantadas sobre o envio de imagens de nudez ou sexo explícito. Como muitos usuários estão abaixo da idade de dezoito anos, uma pergunta sobre a facilitação técnica de distribuição de pornografia infantil tem sido levantada.desenvolvedores de snapchat insistiu que a aplicação não está sexting-friendly e que não toleramos qualquer tipo de uso pornográfico.

Sexting através snapchat tornou-se uma ocorrência amplamente conhecido nos últimos anos, pesquisa realizada no Reino Unido revelou que, a partir de Junho de 2013, 47% dos entrevistados de 18 a 30 anos receberam fotos nuas, enquanto 67 por cento tinham recebido imagens de “poses ou gestos inapropriados”.

E oque a ~galera~ acha disso?

Os estudantes de UCLA fizeram reivindicações a respeito de se os jovens acreditam ou não que snapchat é usado para sexting.

A maioria dos alunos que foram entrevistados pela CNBC não reconheceu snapchat como um aplicativo usado para sexting.

Alegaram que a maioria dos estudantes enviar um ao outro snaps de seus amigos dormindo e desenho em seus rostos.

Os alunos acreditam que snapchat é uma ferramenta facilmente acessível para enviar fotos e vídeos para muitas pessoas instantaneamente. Eles foram mais longe, afirmando que sexting não é um problema sério na sociedade de hoje.

As marcas que já fazem parte da rede e porque a sua deveria fazer.

O Museu Lacma com post diários sobre suas obras, com ilustrações e frases divertidas.

A CNN com acontecimentos globais.

Mais da CNN.

A MTV sendo a MTV.

Os conteúdos aleatórios da Buzzfeed. (receitas

A GrupHub (serviço de entrega de comida on-line) procurando por estagiário:

ESTATÍSTICAS RÁPIDAS

  • 330 empregados e avaliado em US $ 15 bilhões.
  • Usuário faixa etária: principalmente 13 a 25 anos de idade
  • 70 por cento dos usuários são mulheres
  • mais de 100 milhões de usuários ativos mensais (em sua maioria jovem)
  • 400 milhões de “Snaps” enviados por dia
  • 1 bilhão de “histórias” viram por dia, acima dos 500 milhões de dois meses antes (Junho de 2014)
  • App foto Top baixado por usuários do iPhone em os EUA (2014)
  • Instagram, Tinder e Slingshot são vistos como rivais

E o que a minha marca tem a ver com isso?

com 71% de seus usuários com menos de 25 anos. Existem mais de 100 milhões de usuários ativos e mais de 400 milhões “Snaps” enviado todos os dias, e esses números estão aumentando rapidamente.

Então empresas, YouTubers e produtores de conteúdo que, de alguma forma, já tinham um comunicação próxima com seus públicos, aderiram ao Snap como mais uma maneira de conversar. E o négocio começou a ficar interessante.

O que pode até ter começado como uma ferramenta queridinha dos adolescentes, virou coisa séria.

Snapchat tem muito a oferecer ao mundo do marketing, e as empresas estão começando a perceber isso. Se você já tem uma forte presença no Facebook e / ou Twitter, usar essas plataformas para incentivar as pessoas a segui-lo no snapchat. Ser capaz de se conectar com seus seguidores leais entre múltiplas plataformas certamente tem suas vantagens; é provável que você vai se lembrar e, provavelmente, começar a confiar em você. E os usuários vão Snaps única aberto realmente quer ver, então você pode ter certeza que os espectadores estão legitimamente interessados ​​em sua marca.

Mesmo se sua empresa não é especificamente destinado a adolescência e juventude, há uma boa chance de que snapchat pode ser uma boa opção para você. Vivemos em um mundo digital onde os meios tradicionais de marketing ainda estão vivos, mas cada vez mais irrelevante, por isso é importante manter-se a frente.

Snapchat já se tornou parte da vida diária de muitas pessoas, e vem conquistando outros perfis de usuários.

Há quem diga que o Snapchat vai mudar a forma como vemos notícias.

A empresa está correndo atrás das grandes emissoras de televisão dos Estados Unidos e das ligas esportivas para garantir também os direitos de transmissões ao vivo de eventos esportivo. Tudo a um toque no celular.

Como sua marca pode usar a rede:

1- Descontos e Códigos Promocionais

Devido à urgência que se encontra no snapchat com desaparecimento automático e exclusão de mensagens, os usuários são incentivados a tomar medidas sobre os descontos rapidamente , aumentando a probabilidade de comprar.

2- Usando Influenciadores

Guaraná Antarctica utiliza inflenciadores em seus desafios. Ex #Boralá com Gabriel Medina (surfista), Gabriela Rippi (?) Maju Trindade (twitter) Japa TV (youtuber)

3- Real Time — Mostre os bastidores e a sua equipe

As pessoas gostam de ver o making off ou onde a mágica acontece em suas empresas favoritas. Mostrando o que está por trás dos produtos que você faz e os serviços que oferece torná-lo fácil de identificar e tornar suas atividades mais pessoal, e este é um longo caminho quando se trata de preferências de marca e fazer uma decisão de compra.

Uma das contas que mais gosto e que trabalha muito bem isso é o portal The Verge.

Todos os dias eles mencionam sobre essa brincadeira do beef or bust, além de cobrir eventos de tecnologia (lançamento Samsung por exemplo) mostram o dia a dia no escritório.

4- Lançamento de novos produtos/eventos

Outra empresa que trabalha muito bem a cobertura de eventos é a @

lollapalooza:

NBA:

Imagine sentir a experiência das finais dos playoffs da NBA, reações de diversos torcedores, ver os atletas no clima antes das partidas, a chegada ao vestiário e a festa nas ruas. A experiência única, com as fotos e vídeos espontâneos, nunca será vista por outras lentes.

Melissa Rosenthal Brenner, vice-presidente sênior da NBA de Digital Media, disse que o campeonato foi capaz de gerar “centenas de milhares de pontos de vista” sobre snapchat durante as finais. A chave para o sucesso snapchat, disse Brenner, era ter uma razão legítima para usar a plataforma e tirar proveito de suas características únicas.

“Nós encontramos o que funciona é usando snapchat para provocá conteúdo e deu aos fãs único ponto de vantagem”, disse ela. “Snapchat torna o conteúdo mais precioso, e porque a sua geralmente secreta o que os jogadores fazem antes dos jogos ou no projecto de noite, ele dá aos fãs uma sensação de ser uma mosca na parede.”

Se a sua empresa tem produtos próprios, é bem provável que ela lance novas coleções e modelos de tempos em tempos. Aqui, o Snapchat pode servir de forma bastante precisa para despertar a curiosidade de seus seguidores, afinal ele trabalha muito bem com fotos e vídeos.

Em eventos, fazer capturas de bastidores e vídeos breves com pessoas dando depoimentos, ou seja, alguns registros de tudo aquilo que está acontecendo, pode ser uma boa forma de trazer seus clientes para dentro do evento. A criatividade, mais uma vez, vai fazer toda a diferença na hora de usufruir dos recursos do Snapchat.

5- Notícias:

O Snapchat também permite que eventos ao vivo reúnam os snaps produzidos pelas pessoas em um mesmo espaço geográfico, seja em estádios, praias, festivais de músicas. Por exemplo o Independende Day Pakistan:

Recentemente, os usuários poderam experimentar o clima da etapa brasileira do Mundial de surf, no Rio de Janeiro, e das partidas de baseball da MLS e os playoffs da NBA como já vimos.

5- Conte uma história

Uma grande história de marketing só é grande se atingir seus públicos — o que significa que na maioria dos casos, o contador de histórias importa tanto quanto a história.

É por isso que todos os comerciantes estão procurando novas maneiras de se tornar melhores contadores de histórias, para diferenciar-se no mercado e descobrir que maneira única de capturar a atenção não só, mas também a quota de mercado.

O LADO MERDA D O SNAP

Tem conteúdo bom como buzzfeed, cosmopolitan, dail Mail, MTV etc? Tem.

Tem artista lançando clipe? Tem.

Tem nude? Tem.

Tem zoera sem limites? ÓBVIO. AQUI É HUEBR né?

Não se deixe enganar, o snapchat é o que você faz do snapchat.

Encontre pessoas legais e saiba aproveitar :)

O que o Snapchat tem a ver com o futuro da publicidade.

Evan sobre as mídias sociais sendo verdadeiramente sociais:

“Em algum lugar ao longo do caminho, quando estávamos construindo produtos de mídia social, esquecemos a razão que gostam de se comunicar com os nossos amigos é porque é divertido.”

Para encerrar quero trazer algo que, no mínimo, vale a reflexão.

De acordo com Evan:

“Um monte de gente olhar para a publicidade na Internet como um imposto sobre o sistema”
“Isso é uma espécie de desencorajar se você se preocupa sobre como fazer novos produtos."

“Evan vê a publicidade como um produto, enquanto a maioria dos fundadores da Internet ver publicidade como um mal necessário”, Imran Khan, ex-banqueiro de investimentos e novas diretor de estratégia de snapchat, talvez por isso Spiegel falou Não a Mark.

Ele está se preparando para oferecer uma jovem geração de usuários móveis uma experiência completamente nova. Parte da construção e uma nova experiência de publicidade inclui ficar longe de anúncios programáticos personalizados, que às vezes pode se sentir arrogante e / ou assustador.

Spiegel é realmente contra à maioria dos tipos de publicidade online, e ele também está descartando anúncios que envolvem a inserção de anúncios em qualquer de mensagens direta entre os usuários, porque ele acha muito invasivo. Em vez disso, snapchat está configurado para as pessoas irem até o conteúdo porque eles querem lê-lo não, porque ele está sendo empurrado em seus feeds. Para que o controle de qualidade, Spiegel depende de recursos editoriais.

Acredito que o que as mídias sociais trouxeram e se torna mais forte ainda, com o Snapchat é o poder de fortalecer as relações humanas.

As pessoas querem conversar e querem respostas. Querem se relacionar, como nunca. É uma nova dinâmica, muito intensa e ainda não tão bem entendida.

E, se isso é verdade, a relação entre marcas e consumidores tende a deixar de existir e vamos passar a ter a relação entre pessoas que fazem as marcas e pessoas que consomem as marcas. Pode parecer a mesma coisa, pois ainda são marcas de um lado e consumidores do outro, mas é muito diferente. E muito mais interessante.

Algumas pessoas e marcas que eu acompanho ❤

@globulobr

@buzzfeed

@vitordovine

@geeohsnap

@murilogun

@tacobell

@therealverge

Vale frisar que você não está apenas fortalecendo a sua marca, você está construindo uma relação mais íntima com os seus consumidores. Sua marca só vai se dar bem no Snapchat se ela tiver um propósito VERDADEIRO. Snapchat é transparência, é a expor a essência!

Eu sou a Priscila Milk e sou usuária ativa de snapchat. E não envio nudes.

Quer saber mais sobre snapchat, ou precisar de ajuda para o desenvolvimento de uma estratégia snapchat para a sua marca?

NÃO TÁ PRONTO ALEX PORRA