Mês 3 — Não para, não para, não para!

Ufa! Caminhamos muito em junho! Antes de ir para o mundo de verdade, vemos quanto é essencial planejar e entender a fundo como será a Minha Campinas no contexto em que vivemos. Para isso, precisamos nos entender e entender a cidade.

Conversamos. Conversamos muito, com muitas pessoas chave na cidade. E ainda contamos com toda a nossa rede para contribuir nessa leitura de mundo. Cada um de nós tem uma vivência e uma visão única, que pode contribuir, e muito, com o diagnóstico da nossa cidade. Conhecer, e reconhecer, lugares, pessoas, organizações, movimentos, causas e até mesmo nós mesmos.

Esse foi um dos motivos pelo qual o tema do nosso Encontro da Rede Minha Campinas foi “Que cidade é essa?”. Contamos com a presença da Josianne Cerasoli, que é pesquisadora e gosta muito de pensar na cidade, e contribuiu muito para um ótimo debate com todos os presentes. Também contamos com a presença do pessoal do SENAC que tirou uma foto bem legal do nosso rostinho bonito! Confiram a exposição, no SENAC mesmo, que começa junto do aniversário da nossa cidade, dia 14 de julho.

Também demos início as preparações para o 13º Encontro da Cidadania, que será no dia 7 de novembro! Conversamos um pouco sobre o que cada um pensava para o Encontro desse ano e possíveis atividades e parcerias. Já combinamos o começo das reuniões do GT (Grupo de Trabalho). Elas são abertas a todos e todas e quanto maior a participação, maior a riqueza do Encontro! A próxima será no dia 13 de julho, na sede da Minha Campinas (endereço ali embaixo).

E, além de tudo, contamos com o retorno da nossa mega super hiper voluntária Beatriz Massaioli! Eba! Ela alegra e enriquece muito com toda a sua colaboração. Pra quem não a conhece, e também pra quem já conhece, pode conferir a equipe Minha Campinas, e as novidades do lançamento oficial, no nosso novo site! Ele ainda não é o oficial, mas agora temos uma página para quem quiser nos acompanhar um pouco mais de perto.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.