Matt Dillon e o verão da liberdade
Hérica Marmo
257

Tenho a mesma sensação, amiga. É sofrido pra um jornalista escrever sobre si mesmo. Muitas vezes me solto escrevendo sobre a Maria e as dificuldades pelas quais passei pra realizar meu sonho de ser mãe. Mas também me sinto, na maioria das vezes, presa à cadeira.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.