Nossa, obrigada por escrever tudo que penso sobre esse assunto!
Vanessa Sanches
42

Verdade, Vanessa! Quando chegou nessa parte do fantástico mundo de BOB, eu me senti como um fantoche fortemente sendo manipulada para deixar minha emoção falar mais alto e não minha razão, pois o estado de êxtase faz reduzir nossa análise critica e achamos tudo lindo, consequentemente, todos saem anestesiados, acreditando que coaching é "paz e amor”, “transforma a gente”, “estou em outro mundo”, “sou protagonista agora”, mas esquece que quando voltar a realidade da vida, não é nada fantasioso, que terá que lidar com as mesmas batalhas interiores que tinha (a diferença é que passamos a ser mais conscientes em relação a elas e a “administrá-las melhor”), que autoconhecimento é bom, mas dói pra caramba, e que na verdade ser racional é necessário para ter consciência e discernimento sobre tudo.

Não estou desmerecendo as formações, até porque uma boa formação contribui para descobertas importantes que você precisa fazer para criar um caminho, mas não acreditar que tudo irá mudar a partir de um ou dois finais de semana.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.